Depois de prisões, líderes da Unick Forex migram para 'nova' empresa que oferece retorno de até 200%

Depois da série de prisões e apreensões que desarticularam o suposto núcleo criminoso da Unick Forex neste mês de outubro, os "líderes" da empresa, já começam a debandada, mas em busca de concorrentes que oferecem serviços muito similares aos da empresa acusada de lavagem de dinheiro e fraude.

Como noticiou o LiveCoins, uma série de líderes conhecidos da Unick Forex já aparece oferecendo serviços da empresa MoGuRo, que oferece "consultoria" de investimento e opera com 'marketing multinível', prática que costuma esconder pirâmides financeiras.

A Moguro teria sido lançada em 15 de julho, através de seu CEO, chamado Silveira Júnior. A empresa coloca-se no mercado como "consultoria e treinamento no mercado financeiro", como informa seu site. Ela oferece um "programa de recompensa com 6 formas de bônus", sendo o principal chamado de "cash back, onde o valor pago pelo produto é devolvido em dobro".

De forma parecida com a Unick Forex, a MoGuRo diz "reservar 70% do valor investido pelos clientes para uma de suas 'mesas de operações'", oferecendo lucro compartilhado aos clientes de até 200% sobre o investimento.

Como noticiou o Cointelegraph nesta segunda-feira, as empresas que vendem-se como marketing multinível ofertando produtos de investimento com retornos irreais costumam ser identificadas como pirâmides financeiras. É como no caso da Unick Forex, do Grupo Bitcoin Banco e da Atlas Quantum, todas acusadas de pirâmide financeira e que bloquearam saques de investidores assim que os investimentos começaram a rarear.

Um dos líderes, conhecido como Xandão, anunciou no YouTube sua migração da Unick para a MoGuRo, dizendo: "Não tenho como sair da Unick, eu tenho um mundo de investimento lá dentro, como tenho em outras. A única diferença é que eu não visto mais a camisa da Unick".

Além disso, o "líder" também reconhece que não está adotando práticas ou produtos diferentes dos praticados pela Unick Forex:

"O negócio é diversificar, mas não conseguimos fazer rede em duas empresas."

Outro líder, Adair Bueno, também migrou para a MoGuRo, prometendo "fazer nome nesse mercado", tal qual fez com a Unick Forex:

"A gente vai fazer nome nesse mercado também, assim como a gente fez nessa empresa que deu alguns problemas."

Como noticiou o Cointelegraph Brasil, representantes da Unick Forex também preparam o retorno das atividades empresa, dizendo acreditar na Justiça.

Continue lendo: