Já investigada pela CVM, Investimento Bitcoin tem propagandas suspensas por decisão Conar

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) suspendou as propagandas da Investimento Bitcoin. O órgão divulgou a decisão em sua ata de reunião, na última quinta-feira (12).

A empresa Investimento Bitcoin é alvo de investigação por parte da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM), que inclusive recomendou ao Ministério Público (MP) que também conduzisse sua própria investigação.

O documento divugado pelo Conar cita as decisões tomadas na reunião do dia 12 de setembro:

"Representação Nº 195/19, "Investimento Bitcoin - Invista bitcoin e ganhe de 1% a 2% ao dia por 300 dias". Resultado: sustação por unanimidade" diz um trecho.

André Porto Alegre, relator da decisão, disse ao site UOL que "a empresa faz promessa descabida de ganhos na ordem 1 a 2% ao dia" e que "aprecisa operar no obscurantismo".

"Investimento Bitcoin fere não somente nosso Código, [como também] abusa da confiança, da boa-fé, da inteligência e, no meu caso, da paciência", afirmou. 

"Admito os retrocessos como acidentes de percurso no processo de evolução da humanidade, mas não admito o deliberado mal feito, aquele com o exclusivo propósito de enganar, ludibriar e, por causa disso, se beneficiar", completou.

As propagandas da Investimento Bitcoin foram veiculadas em diversos canais de televisão, em horário nobre -José Luiz Datena foi um dos que fez "merchan" par a empresa -, e também em grandes portais de notícias, como G1 e vários outros.

Além de fazer promessa de lucros exorbitantes, a Investimento Bitcoin também promete ganhos extras para quem indicar novos clientes, numa estrutura que pode ser usada por empresas que fazem "marketing multinível" mas que também é usada em pirâmides financeiras. 

Para completar, a empresa não divulga dados básicos como nome de seus sócios-proprietários e outras informações relevantes para uma empresa legalizada e confiável.

Como mostrou o Cointelegraph, a Câmara dos Deputados aprovou requerimento para promover audiência pública que vai investigar a Invetismento Bitcoin.