juiz nega ao pedido da AT&T por se desobrigar de pagar $224M em caso de Hackeamento de Chip em ação envolvendo Criptomoedas

Juiz Federal que preside o processo Terpin versus AT&T — uma batalha legal que lida com criptomoedas roubadas através de Hackeamento de Chip de Celular que tem tramitado há um ano — negou o pedido da gigante das telecomunicações para ser inocentada

Como previamente reportado pelo Cointelegraph, o investidor Michael Terpin processou a AT&T pelo roubo de $224 milhões. Terpin alegou ter perdido $24 milhões como resultadode roubo, e pede mais 200 milhões por verbas indenizatórias. Terpin afirma que ele perdeu seus ativos em dois hacks dentro do período de sete meses, por que o provedor da AT&T teria supostamente cooperado com o hacker e por ter sido grosseiramente negligente.

O Juiz Wright negou o pedido da AT&T para ignorar sua própria política de Consenso com a Comissão Federal de Comunicações, de acordo com um press release juntado aos autos pelo advogado deTerpin em Greenberg Glusker no dia 22 de Julho. Esse termos de consentimento afirma ser a AT&T responsável por proteger os dados de seus usuários.

Wright disse que Terpin afirma a ilegalidade dos atos da AT&T a respeito do seu acordo com os clientes. Dessa forma, os termos do contrato se tornam relevantes e estão diretamente implicados:

“Especificamente, ele objetou a provisão da isenção de responsabilidade da AT&T das consequências das próprias negligências, atos ou omissões de um terceiro, ou danos e perdas causadoa pelo usodo sipositivo provido pela empresa. […] Terpin afirma que como resultado dessas provisões contratuais ilegais, o inteiro contrato entre as partes é inaplicável, pois o propósito central desse acordo estaria manchado de ilegalidade […] A AT&T e o Sr. Terpin têm interesses legais diversos sobre a consequências imadiatas e as realidades que garantem o pedido para um juízo declaratório. Os termos do acordo de uso dos serviços sem fio estão diretamente implicqdos nesse processo, particularmente os termos que oSr. Terpin identificou.”

Ao passo que Terpin está agora buscando essa ação contra a AT&T, em Maio ele ganhou um caso civil contra Nicholas Truglia, o suposto fraudador que teria perpetrado a troca do Chip e fez o subsequente roubo das criptomoedas. A Côrte Superior da California condenou Truglia a pagar mais de $75 milhões em compensação de danos decorrentes do roubo.