Reguladores chineses mostram preocupação com ressurgimento de criptomoedas e emitem novo alerta

Os reguladores de valores mobiliários da China em Pequim convocaram as autoridades a realizar ações para impedir o uso de criptomoedas pela população.

Em um anúncio no site da Comissão de Regulamentação de Valores Mobiliários da China (CSRC) apontou os riscos do ressurgimento das moedas digitais, como a escalada das atividades de negociação de criptomoedas, o fornecimento de hipotecas de moedas digitais e a introdução de empréstimos com juros zero, além de graves violações das regras do Banco Popular da China (PBoC).

Para responder às essas atividades, os reguladores emitiram um alerta e conclamaram as autoridades locais a combater atividades ilegais relacionadas a criptomoedas em Pequim. O aviso reiterou a posição negativa do governo chinês em relação às criptomoedas, afirmando que tanto as pessoas jurídicas quanto os indivíduos não podem realizar vendas, investimentos ou transações em moeda virtual, nem envolver agentes nacionais ou estrangeiros no comércio de criptomoedas.

Repressão da China às criptomoedas

Recentemente, o PBoC aumentou a repressão às operações relacionadas a criptomoedas no país. Em um comunicado em 21 de novembro, o banco alertou que estava tomando medidas contra entidades envolvidas no comércio de criptomoedas como o Bitcoin (BTC), que atingiu fortemente os mercados de criptografia.

No mesmo mês, a cidade de Shenzhen revelou uma investigação contra operações de negociação de criptomoedas, novamente liderada pelo PBoC. Os líderes da indústria, incluindo o CEO da Binance, Changpeng Zhao, elogiaram o que Zhao via como um esforço para remover atores maliciosos.

No final de outubro, a China expressou seu apoio à tecnologia blockchain, mas alertou para que não "especulassem" sobre criptomoedas, pois a adoção de blockchain não deveria ser lida como apoio para criptografia. O Diário do Povo, uma publicação sob o controle direto do poder político dominante, o Partido Comunista da China, escreveu na época:

"O aumento da tecnologia blockchain foi acompanhado pelo de criptomoedas, mas a inovação na tecnologia blockchain não significa que devemos especular em moedas virtuais".

Enquanto isso, o vice-diretor do PBoC, Mu Changchun, disse que a forma digital do yuan, que deve ser lançada, será diferente do Bitcoin e das stablecoins.