Diretor do banco central da China diz que o Yuan digital será diferente do Bitcoin

O vice-diretor do Banco Popular da China (PBoC), Mu Changchun, disse que a forma digital do yuan será diferente do Bitcoin (BTC) e das stablecoins.

O canal de notícias chinês South China Morning Post informou em 22 de dezembro que o chefe do instituto de pesquisa de moeda digital do PBoC disse que a moeda digital da China seria uma forma digital do yuan, sem espaço para especular sobre seu valor e sem o apoio de uma cesta de moedas. Mu explicou:

“A moeda não é especulativa. É diferente do Bitcoin ou tokens estáveis, que podem ser usados para especulação ou requerem o suporte de uma cesta de moedas.”

Mu indicou recentemente que a nova moeda digital nacional da China operaria em um sistema de duas camadas, com o PBoC no topo, e os bancos comerciais permitidos na segunda camada do sistema centralizado. 

PBoC inicia testes para restringir grandes transações em dinheiro

Em novembro, o Banco anunciou que pretende realizar um piloto com restrições às transações em dinheiro em larga escala, que durarão 2 anos e será implementado em fases na província de Hebei, na província de Zhejiang e na cidade de Shenzhen.

No mesmo mês, Mu deixou claro que a China não está lançando uma guerra contra o dinheiro ao introduzir sua própria moeda digital. Em vez disso, Pequim pretende que a nova moeda complemente o yuan em papel.

Piloto será executado em breve

Enquanto isso, o banco central da China está avançando a toda velocidade para lançar um token digital para desafiar o dólar dos Estados Unidos, enquanto planeja realizar o primeiro teste do mundo real de sua moeda digital do banco central antes do final de 2019. Sob o olhar atento do PBoC, quatro grandes bancos e grandes participantes econômicos, como a China Telecom, testarão os pagamentos em moeda digital.