Bolsa de valores da China lança índice com 50 empresas blockchain

A bolsa de valores da capital tecnológica da China, Shenzhen, a Bolsa de Valores de Shenzhen (SSE), lançou um índice que monitora o desempenho de 50 empresas de blockchain.

De acordo com um anúncio em 24 de dezembro, o índice será baseado nas ações de 50 empresas listadas na SSE que participam da indústria blockchain.

As 50 principais ações relacionadas a blockchain são classificadas com base em seu valor médio diário de mercado nos últimos seis meses. O índice é atualizado duas vezes por ano: na segunda sexta-feira de junho e dezembro.

Fazendo a devida diligência

Antes de criar o índice, a SSE se certificou de que as empresas envolvidas realmente usassem a tecnologia, em vez de apenas capitalizar o hype.

Em março de 2018, a SSE suspendeu a negociação do fabricante de dispositivos de saúde Lifesense, enquanto conduzia investigações sobre a empresa e suas reivindicações sobre a implantação da blockchain. Um anúncio da empresa sobre o lançamento de um "laboratório de blockchain" fez com que seu preço das ações disparasse 10%, atingindo o limite diário da SSE.

A SSE é uma das duas bolsas de valores que operam independentemente na China continental. De acordo com o site de dados do mercado de ações TradingHours, a capitalização de mercado da SSE é de US$ 3,12 trilhões, o que a torna a quarta maior da Ásia e a oitava maior do mundo.

As principais bolsas estão começando a listar índices que rastreiam empresas relacionadas a blockchain e criptomoeda. Como o Cointelegraph relatou em meados de outubro, a Nasdaq listou o índice CIX100, criado pelo provedor de dados de criptomoeda Cryptoindex.

Em setembro, a Nasdaq também listou um índice financeiro descentralizado de blockchain chamado Defix, que inclui projetos como a proof-of-work blockchain Amoveo.