Projeto Fênix: Atlas Quantum diz que vai desbloquear todos os saques em nova plataforma que será lançada em breve

A Atlas Quantum, plataforma que afirma realizar arbitragem de Bitcoin, informou em 14 de janeiro, por meio de sua conta oficial no Facebook que lançará uma nova versão de sua aplicações e que, nesta nova versão, todos os saques estarão desbloqueados e poderá ser feita negociação de criptomoedas, aparentemente, tal qual em uma exchange.

Em 2019, para conter a crise nos saques da plataforma, a Atlas, anunciou um sistema de negociação de bitcoin chamado 'saque em reais' que consistia na venda dos Bitcois bloqueados no sistema para novos usuários. A operação chegou a funcionar por um tempo com adesão de diversos clientes apesar do deságio de até 90% no preço do Bitcoin, contudo,  a plataforma começou a apresentar falhas e foi suspensa em novembro.

Uma outra medida anunciada no ano passado, foi o sistema de  'recompra' de bitcoins bloqueados no sistema. Por meio desta solução a Atlas recomprava os Bitcoins bloqueados 'pagando' o valor de mercado por eles, mas o sistema também foi descontinuado.

Segundo a publicação os saldos dos clientes serão 'migrados' para a nova plataforma e este saldo poderá ser negociado por Bitcoins. A empresa não forneceu mais detalhes alegando que novas informações serão disponibilizadas por e-mail aos clientes.

Este é o quinto anúncio oficial da Atlas Quantum em 2020. A empresa que está com o saque de seus clientes bloqueados desde agosto de 2019 quando a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou um decreto solicitando que a empresa parasse de oferecer contratos de investimento coletivo. Desde então a Atlas vem enfrentando diversos problemas que levaram a empresa a demitir praticamente 90% dos funcionários.

Para resolver a crise pela qual a empresa passa a Atlas informou em 07 de janeiro deste ano que atendeu, parcialmente, cerca de 54 solicitações de saque na AnubisTrade, plataforma comprada pela Atlas em 2019 e que também estava com saques atrasados. A informação foi confirmada por usuários da empresa que afirmaram terem recebido os saques solicitados contudo não no valor integral pedido.

Em 06 de janeiro a Atlas destacou em uma postagem no Facebook que em breve deve divulgar novas informações sobre as solicitações de saque de seus clientes. E, recentemente, no terceiro anúncio do ano, divulgou um novo produto de investimento, que seria o robô de trader da Atlas, que pode ser 'comprado' pelos usuários por cerca de 1 Bitcoin.

A empresa também destacou que deixou totalmente as salas que ocupava no prédio na Alameda Santos e passou para um novo endereço no edifício Çiragan, na Alameda Ministro Rocha Azevedo, 38. O local já abriu a Atlas no passado e a parte residencial do condomínio é apontada como sendo moradia do CEO da Atlas, Rodrigo Marques.

Como noticiou o Cointelegraph, no caso do novo produto da Atlas Quantum, chamado de "linha private", ele opera diretamente na conta do cliente, não sendo necessário conceder mais a custódia das criptomoedas para um terceiro, como era o caso da Atlas, e de acordo com informações passadas pela Atlas, o robô, até agora nunca teria registrado um resultado negativo e teria registrado um rendimento médio diário de 1,145%.

"Resumo da Atlas Phoenix: Como funciona:  API atua diretamente na sua wallet realizando trades de acordo com o modelo estatístico criado por eles.  Transparência: Como a API atua diretamente na sua wallet você terá visibilidade total das transações realizadas, além do bitcoin estar sempre sob seu controle.
Estratégia Utilizada: Market Maker e Order Limit - Stop Loss: 5% - Maior/Menor Ganho Diário: 2,665% / 0,127% - Grau de Risco: ALTO, muito ALTO - Taxa de Performance: 50% sobre o lucro - Rendimentos no Período de Validação - Rendimento Médio Diário: 1,145% - Maior Perda Diária: Não existiu. - Data de Início: 26/11/2019
Quantidade de operações/trades por dia: 71 - Data de Início: 26/11/2019 - Período Validado: 26/11/2019 a 10/12/2019 (14 dias) - Total de Trades Realizados: 1.067 - Profit Médio Diário: 1,145% - Evolução no Período: 17,22%"

Confira mais notícias