Projeto Fênix: Atlas Quantum anuncia mudança de endereço e detalhes de robô de trader que 'nunca perdeu'

A Atlas Quantum, empresa que afirma realizar arbitragem de Bitcoin, anunciou em 10 de janeiro que deixou totalmente as salas que ocupava no prédio na Alameda Santos e passou para um novo endereço no edifício Çiragan, na Alameda Ministro Rocha Azevedo, 38.

Esta não é a primeira vez que a Atlas ocupa uma sala no Çiragan, em fevereiro de 2018, a empresa deixou o coworking Link2u e mudou por seis meses para o Çiragan e depois para o edifício na Alameda Santos. Contudo, aparentemente a empresa ainda mantinha alguma atividade 'secreta' no Çiragan que chegou a ser objeto de questionamento de então funcionários da empresa em uma reunião com o CEO da Atlas Quantum, Rodrigo Marques, em fevereiro.

"Existe uma empresa funcionando no Ciragan? O que ela faz? Qual a relação com o Atlas?", perguntou um funcionário, ao que Marques teria respondido "Sobre a empresa que supostamente funcionaria no Ciragam, não há nenhuma relação com o Atlas."

Segundo informações não confirmadas, no conjunto Çiragan (que possui um conjunto residencial e um comercial), também residiria o CEO da Atlas Quantum, Rodrigo Marques.

Além da nova sede a Atlas revelou detalhes de seu novo produto como parte do Projeto Fênix, segundo investidores que entraram em contato com a empresa para obter informações sobre um novo produto que foi chamado de "linha private" e que consiste em um robô de trade que opera diretamente na conta do cliente.

De acordo com informações passadas pela Atlas, o robô, até agora nunca teria registrado um resultado negativo e teria registrado um rendimento médio diário de 1,145%.

"Resumo da Atlas Phoenix: Como funciona:  API atua diretamente na sua wallet realizando trades de acordo com o modelo estatístico criado por eles.  Transparência: Como a API atua diretamente na sua wallet você terá visibilidade total das transações realizadas, além do bitcoin estar sempre sob seu controle.
Estratégia Utilizada: Market Maker e Order Limit - Stop Loss: 5% - Maior/Menor Ganho Diário: 2,665% / 0,127% - Grau de Risco: ALTO, muito ALTO - Taxa de Performance: 50% sobre o lucro - Rendimentos no Período de Validação - Rendimento Médio Diário: 1,145% - Maior Perda Diária: Não existiu. - Data de Início: 26/11/2019
Quantidade de operações/trades por dia: 71 - Data de Início: 26/11/2019 - Período Validado: 26/11/2019 a 10/12/2019 (14 dias) - Total de Trades Realizados: 1.067 - Profit Médio Diário: 1,145% - Evolução no Período: 17,22%"

Para ter acesso ao robô de arbitragem da Atlas é necessário um aporte mínimo de 1 Bitcoin. A proposta, mesmo com a Atlas ainda com saques atrasados, atraiu certa atenção nos grupos que debatem a situação da empresa nas redes sociais e pelo menos 3 pessoas entraram em contato com nossa reportagem mostrando interesse pelo produto.

Segundo relatos já haveria até uma pessoa que estaria 'juntando' Bitcoins de diversas pessoas para montar uma espécie de 'pool' para aderir ao novo produto.

Sobre os saques atrasados no dia 07 de janeiro a Atlas afirmou que atendeu, parcialmente, cerca de 54 solicitações de saque na AnubisTrade, plataforma comprada pela Atlas em 2019 e que também estava com saques atrasados. A informação foi confirmada por usuários da empresa que afirmaram terem recebido os saques solicitados contudo não no valor integral pedido.

Em 06 de janeiro a Atlas destacou em uma postagem no Facebook que em breve deve divulgar novas informações sobre as solicitações de saque de seus clientes.

Como vem noticiando o Cointelegraph, desde agosto, quando a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou um stop-order contra a Atlas Quantum, usuários da empresa estão sem conseguir acesso a seus rendimentos e tampouco a seus Bitcoins custodiados. Duas iniciativas chegaram a ser lançadas pela Atlas, chamadas "Saque em Reias" e "Recompra" porém ambas foram descontinuadas.

Confira mais notícias