Regulador de títulos do Texas revela 16 ordens emitidas contra investimentos de cripto suspeitos em 2018

O Texas State Securities Board (SSB) emitiu um total de 16 pedidos contra suspeitas de investimentos fraudulentos em criptomoeda em 2018, revelou o órgão regulador em sua Prestação de Contas de 2018, publicada em 7 de fevereiro.

Destacando os players que atraem residentes do Texas com vários esquemas de investimento, o SSB disse que citou com sucesso um total de 60 pessoas e entidades ao longo do período de 12 meses que supostamente vendiam títulos não registrados.

Os golpes incluíam a agora infame BitConnect, um investimento que perdeu quase todo seu valor de mercado após uma série de revelações sobre sua autenticidade em todo o mundo.

"Os promotores de ofertas relacionadas à criptomoeda estão aproveitando o anonimato da internet para atrair vítimas, valendo-se de redes sociais para chegar aos investidores do Texas", diz o relatório, afirmando:

“Em 2018, (o SSB) entrou com 16 ordens administrativas contra promotores de investimentos suspeitos em cripto que estavam usando anúncios on-line, rede social e outras solicitações de colaboração à força tarefa.”

O relatório também destaca as crescentes atividades de parceria entre o SSB e a polícia local em rastrear e levar os perpetradores às barras do tribunal.

Em âmbito nacional, os Estados Unidos continuam a reprimir as ofertas ilegítimas envolvendo criptomoeda e títulos. Uma preocupação do regulador interestadual da Comissão de Valores Mobiliários (SEC), alguns estados adotaram uma linha dura contra golpes, apesar do cenário regulatório de retalhos em torno da criptomoeda mais amplamente.

Em abril do ano passado, a Cointelegraph reportou como o SSB estava investigando mais de 30 esquemas de criptomoedas ativos dentro do Texas.