Procurador distrital dos EUA quer manter sob custódia réu em caso de fraude bancária com criptos

O Procurador do Distrito do Arizona nos Estados Unidos está tentando manter um réu sob custódia em um caso de prestação de serviços bancários sem licenças para empresas de criptomoedas. Em um processo judicial divulgado em 1º de maio, a promotoria afirma que o acusado pode fugir.

O recente documento pede ao tribunal que detenha o réu enquanto aguarda julgamento, já que ele apresenta um risco de perigo econômico contínuo. Como o réu tem acesso a milhões de dólares em contas bancárias em todo o mundo e laços no exterior que facilitariam um vôo - entre outros fatores - o escritório da Advocacia declara que o réu apresenta risco de fuga. O documento afirma especificamente:

"Uma consideração dos fatos mostra que o réu tem um risco de fuga significativo dado suas conexões no exterior, seus meios financeiros para se sustentar fora dos Estados Unidos, seu desrespeito por essa investigação criminal e seu potencial envolvimento em outras atividades criminosas."

Como informado pelo Cointelegraph, em 2018 o acusado trabalhou para várias empresas associadas que forneciam serviços bancários em moeda fiat para exchanges de criptomoedas. Fowler fez inúmeras declarações enganosas aos bancos em uma tentativa de abrir contas bancárias usadas para receber depósitos de indivíduos que compram moeda digital . Fowler e Yosef falsificaram as instruções de pagamento eletrônico para encobrir a verdadeira natureza de seus negócios.

O arquivo recente alega que “as empresas associadas ao réu não conseguiram devolver US$ 851 milhões para um cliente do banco ilegal.”

Em recente notícia internacional sobre crimes relacionados às criptomoedas, um juiz de Toronto determinou em abril que o traficante de drogas online, Matthew Phan, deveria pagar todas as suas ações de US$ 1,4 milhão para o Estado no que é o maior confisco do Canadá. Phan, que lidava com narcóticos online, tentou  convencer as autoridades policiais de que ele acumulara 281.41 BTC (valor em torno de US$ 1,4 milhão atualmente) com outras atividades.