Parlamento russo discutirá projeto de cripto no prazo de dois meses

A Duma, câmara baixa do parlamento russo, discutirá um projeto de lei sobre regulação de cripto em janeiro ou fevereiro, disse o chefe do Comitê de Mercados Financeiros à agência de notícias local TASS na segunda-feira, 14 de janeiro.

O presidente do conselho, Anatoly Aksakov, disse que um projeto de lei há muito aguardado sobre ativos digitais - termo usado pelo governo russo para definir tecnologias relacionadas à cripto - está ligada a iniciativas de crowdfunding e plataformas investimento. Os projetos serão discutidos juntos, provavelmente em fevereiro, afirmou.

A linha do tempo foi definida após um pedido de Vyacheslav Volodin, o presidente da Duma. Em 9 de janeiro, durante a abertura da sessão de primavera do parlamento, ele pediu aos parlamentares que se concentrem nos projetos de economia digital, incluindo o de criptomoedas. Volodin também propôs a criação de grupos de trabalho de especialistas, empresários e pesquisadores, a fim de acelerar o desenvolvimento das novas leis.

Como Cointelegraph relatou anteriormente, o parlamento russo aprovou o projeto de cripto em sua primeira leitura maio 2018. No entanto, depois de ser editado, a versão final recebeu críticas de membros da indústria de criptografia. O rascunho, que não tinha definições para os principais conceitos de cripto, como mineração e criptomoedas, foi enviado de volta para a primeira leitura.

A União dos Industriais e Empreendedores da Rússia, que tem entre seus membros o bilionário Vladimir Potanin e chefe do fundo de inovação russo Skolkovo Viktor Vekselberg, ofereceu uma alternativa ao projeto de lei sobre cripto. Em novembro, o grupo enviou suas propostas ao primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev.

A Rússia também está considerando desenvolver um cluster blockchain na Crimeia para atrair investidores e contornar as sanções impostas depois que a península se tornou território russo. Os investidores chineses estão supostamente interessados ​​no projeto, mas as autoridades locais estão à espera de que o regulamento de criptografia seja aceito antes de avançar.