Oficial da Bolsa de Valores da Coreia: Decisão dos EUA sobre ETF de Bitcoin definirá o tom do mercado local de cripto

Um funcionário da única operadora de bolsa de valores da Coreia do Sul, a Korea Exchange (KRX), diz que a bolsa está de olho nos desdobramentos dos reguladores dos Estados Unidos em relação aos fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin (BTC). O funcionário, supostamente falando sob condição de anonimato, foi citado pelo diário local em língua inglesa The Korea Herald em 20 de fevereiro.

Os ETFs são títulos que rastreiam uma cesta de ativos proporcionalmente representados nas ações do fundo. Eles são vistos por alguns como um desdobramento potencial que anunciaria a ampla adoção da cripto como um instrumento de investimento regulado e passivo.

A Commissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA até hoje rejeitou ou adiou sua decisão sobre uma ampla gama de ETFs propostas relacionados à cripto. Com o período de revisão da SEC de uma proposta previsto para terminar em abril, o funcionário da KRX teria dito:

“Os EUA têm sido os principais atores no mercado de criptomoedas e derivativos relacionados, e há vozes potentes apoiando o lançamento de ETFs de Bitcoin dentro do mercado - é por isso que estamos observando o progresso e uma decisão sobre ETF de Bitcoin por parte [da SEC] dos EUA.”

O funcionário acrescentou que a KRX está discutindo extensivamente o fornecimento de um sólido índice Bitcoin, que seria “necessário para o lançamento de tais [...] ETFs quando estes forem comercializados [...] e integrado ao mercado porque acabaria por se preocupar com questões de proteção do investidor”.

Como o The Korea Herald ainda relata, o florescente espaço blockchain da Coreia do Sul já viu o lançamento de ETFs de blockchain por bancos de investimento locais e empresas de gestão de ativos - produtos cuja listagem é facilitada pelo nível relativamente baixo de escrutínio que eles recebem do vigilante financeiro do país, o Serviço de Supervisão Financeira.

Lee Kyung-ho, professor da Escola de Pós-Graduação em Segurança da Informação da Universidade da Coreia, teria argumentado que a saúde do setor blockchain local acabaria por pavimentar o caminho para a criptomoeda da integração do ETF, observando que:

“Com o governo expandindo seu investimento em pesquisa e desenvolvimento de tecnologia blockchain, espera-se que os projetos minimizem ou eliminem o risco de integrar transações ETF no mercado de criptomoedas.”

Lee apontou ainda para o fato de que o comércio prospectivo de ETFs de Bitcoin depende da conformidade robusta de medidas Conheça seu Cliente e de combate à lavagem de dinheiro, que os coreanos já vêm exigindo cada vez mais das exchanges cripto domésticas.

Em recente entrevista à Cointelegraph, o proeminente comentarista da CNBC, analista de cripto e investidor Brian Kelly, disse acreditar que não há chance de um ETF de Bitcoin neste ano - mas há uma boa chance para 2020.