Investigada pela CVM, Midas Trend, patrocina jogo do Campeonato Francês enquanto clientes relatam problemas

Mesmo tendo suas atividades investigadas pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, (CVM), a Midas Trend, que oferece pacotes de investimento, por meio de supostas operações com Bitcoin e criptomoedas, patrocinou um jogo da primeira liga do futebol da França, hoje, 26 de outubro.

A partida entre o  Lille Olympique Sporting Club Métropole e o Football Club des Girondins de Bordeaux, vencida pelo Lille por 3 x 0, teve patrocínio da suposta pirâmide de Bitcoin. Além de publicidade espalhada em painéis no estádio a Midas Trend também inseriu sua logomarca na camisa usada pelo Lille durante o jogo.

"Esse é nosso primeiro pontapé inicial, a nossa idéia é romper fronteiras mesmo e superar todos os desafios. Estou muito feliz com isso", declarou o presidente da companhia, Deivanir Santos.

 


Imagens do jogo compartilhadas no grupo do agregador de valor de criptomoedas do Brasil, Cointradermonitor

A Midas Trend oferece uma série de pacotes de investimento e promete até mesmo triplicar o investimento do usuário após a ativação de determinado plano, oferecendo lucros também por indicações, além de um suposto robô de trade e arbitragem, o Botmidas, que oferece rentabilidade de até 50% por mês, por meio da compra e venda de Bitcoin e criptomoedas. Os lucros só podem ser sacados após um ano.

Enquanto isso clientes da empresa têm usado as redes sociais para registrar queixas contra a companhia. Segundo eles a plataforma está inacessível e não é possivel conversar com ninguem da empresa sobre o problema.

"A plataforma diz que minha senha e/ou login estão errados, porém, não estão, e por causa disso não consigo acesso a minha plataforma. Já tentei redefinir a senha para tentar entrar mais ate hoje não obtive qualquer resposta da empresa; A empresa não possui SAC, telefone ou qualquer outra forma de contato para solucionar possíveis problemas, se por algum motivo acontecer com algum investidor o que aconteceu na minha plataforma seu dinheiro ficara preso e não terá ninguém para lhe ajudar, ou seja, perde o dinheiro", disse um investidor de Chapadão do Sul, Matro Grosso do Sul.

Já outros dois investidores, um do Paraná e outro de Minas Gerais, relatavam o mesmo problema em dias diferentes, também no caso deles, problema em acessar o sistema e falta de resposta da empresa.

"Não é possível acessar esse site (...) este site não funciona mais faz algum dia, e bom para aprende não escutar nos outros"; "Estou tentando acessar a plataforma e não estou conseguindo tem vários dias", declararam os investidores.

Sobre a atividade da empresa no Brasil, a CVM disse que a Midas Trend e nem seus operadores têm licensa da autarquia para operar no mercado de capitais ou oferecendo pacotes de investimento coletivo e abriu o Processo Administrativo SEI nº 19957.006646/2019-48, com a finalidade de apurar uma denúncia contra a empresa.

"Caso sejam identificados indícios de irregularidades, a CVM poderá determinar a suspensão da atividade irregular, aplicar as sanções administrativas previstas (...) se for o caso, comunicar a ocorrência de crime contra o mercado de capitais, entre outros possíveis, ao Ministério Público Federal. Propagandas ou propostas como as da Midas Trend devem levantar certa suspeição, recomenda-se cautela e adoção de providências para checar a procedência, legalidade e viabilidade da oferta ou proposta, antes de fechar qualquer negócio, acordo, etc., e principalmente antes de fazer qualquer pagamento", destacou a CVM.

Como noticiou o Cointelegraph sobre outro caso de suposta pirâmide de Bitcoin, a Justiça Federal determinou a prisão de mais seis pessoas que são acusadas de envolvimento com a Unick Forex, empresa que afirmava realizar operações no mercado Forex com Bitcoin e teve todos seus líderes presos bem como bens e imóveis apreendidos.

Confira mais notícias