Huobi processou 50% de todos os saques do exquema PlusToken este mês, diz relatório

A exchange cripto chinesa Huobi processou o maior número de saques do suposto esquema de pirâmide cripto multibilionário PlusToken, segundo uma nova pesquisa.

Exchanges chinesas prevalecem

A Elementus, empresa de infraestrutura de blockchain baseada em Nova York, divulgou um estudo, em 23 de agosto, alegando que quase 50% do número total de retiradas do PlusToken foram enviadas para Huobi.

Como o Cointelegraph informou no começo de agosto, a PlusToken teria começado uma venda em massa de Bitcoin (BTC) que pode ter sido responsável por uma queda de US$ 400 no preço da BTC em minutos na época.

De acordo com a pesquisa, as retiradas da PlusToken para a Huobi somaram mais de 4,3 milhões de Ether (ETH), de um total de 9,2 milhões de ETH. Outras exchanges populares para as retiradas da PlusToken incluíram outra exchange chinesa ZB.com, que recebeu cerca de 8% das retiradas, mas também a Upbit, da Coréia do Sul, além da OKex, com sede em Malta, e a Gate, também da China.

Five largest PlusToken recipients |

Cinco maiores destinatários da PlusToken | Fonte: Elementus

Maios que a BitConnect

Como publicado anteriormente, a PlusToken poderia ser o maior golpe de pirâmide cripto da história, com perda estimada em cerca de US$ 2,9 bilhões. Em 10 de julho, Cointelegraph relatou pela primeira vez uma notícia envolvendo o PlusToken, quando Vanuatu extraditou seis cidadãos chineses que foram presos como parte de uma investigação sobre a provedora de carteiras e exchange sul-coreana.

Segundo a Elementus, o esquema da PlusToken teria coletado quase US$ 2 bilhões somente em Ether (9,9 milhões de ETH) — além de BTC, XRP e EOS. No estudo, a Elementus antecipou a informação de que o PlusToken poderia ser o maior esquema de pirâmide cripto até hoje - superando os famosos esquemas BitConnect e OneCoin.

Recentemente, o Cointelegraph publicou que mais de US$ 240 milhões em fundos da PlusToken foram movidos através de quatro transações em Bitcoin.