Polícia alemã apreende valor de seis dígitos em cripto de suspeitos envolvidos com site da dark web

polícia alemã, juntamente com a Europol, fechou os servidores de um marketplace da dark web e apreendeu uma quantia não especificada de seis dígitos em cripto dos suspeitos detidos, segundo a Europol anunciou em 3 de maio.

O Wall Street Market, que seria o segundo maior mercado da dark web, foi fechado pela Polícia Criminal Federal da Alemanha sob a autoridade do Ministério Público Alemão.

De acordo como anúncio, as autoridades alemãs detiveram três suspeitos e apreenderam 550.000 Euros (US$ 615.000) em dinheiro juntamente com Bitcoin (BTC) e Monero (XMR) em valor de seis dígitos (não especificado), assim como carros, computadores, hard drives e outros itens.

A Europol ressaltou que o Wall Street Market tinha mais de 1,15 milhão de usuários registrados, com 5.400 deles registrados como vendedores de drogas, dados roubados, documentos falsos e softwares maliciosos.

No mesmo texto, a Europol também anunciou oficialmente que a Alfândega Finlandesa também organizou uma queda do mercado da dark web escuro Valhalla, também conhecido como Silkkitie. De acordo com o Helsinki Times, as autoridades também fizeram uma “apreensão significativa de Bitcoin”, do site, que estava operacional na rede anônima Tor desde 2013.

Em outras notícias sobre crimes, dois homens declararam-se culpados nos Estados Unidos de venda ilegal de esteróides e substâncias controladas, além de lavar milhões de dólares em criptomoedas e pagamentos via Western Union.

Além disso, no começo de abril uma corte de Toronto ordenou que um traficante de drogas online pagasse todos os seus ativos de Bitcoin de US$ 1,4 milhão para o estado no que é supostamente o maior confisco do Canadá.