Gemini contrata ex-executivo do Morgan Stanley como novo diretor de compliance

A Gemini, exchange cripto dos irmãos Winklevoss, contratou Noah Perlman, ex-executivo do gigante de serviços financeiros Morgan Stanley, como seu novo diretor de conformidade.

Segundo um anúncio oficial publicado por Tyler Winklevoss em 4 de setembro, Perlman entra para a Gemini depois de 13 anos no Morgan Stanley, onde trabalhou como chefe global de crimes financeiros e chefe global de investigações especiais.

Experiência com conformidade e regulação

O anúncio afirma que Perlman tinha "responsabilidade legal, jurídica e de compliance na empresa, além de lidar com controle, supervisão e execução dos programas de combate à lavagem de dinheiro, sanções, anti-boicote, anticorrupção e atividades governamentais e políticas corporativas".

Segundo o perfil de Perlman no LinkedIn, antes de entrar para o Morgan Stanley ele havia trabalhado como procurador-assistente dos Estados Unidos no Gabinete do Procurador dos EUA do Distrito Leste de Nova York e como advogado de divisão na Drug Enforcement Administration.

Construindo uma presença

Em meados de agosto, Gemini contratou o especialista em segurança cibernética David Damato como seu novo diretor de segurança. Damato criou e liderou uma equipe de segurança cibernética na empresa Tanium, que atua neste setor.

No mesmo mês, Tyler e Cameron Winklevoss disseram que estão abertos a parcerias com seu concorrente Mark Zuckerberg com relação ao Libra, alegando que a stablecoin representa um passo importante para a adoção em massa das criptomoedas.

Em junho, a Gemini abriu novos escritórios em Chicago, que servirão como um centro de engenharia para apoiar as operações de negociação e custódia.