Mais cinco exchanges se unem à associação autorregulatória de exchanges cripto do Japão

Mais cinco exchanges cripto se juntaram à Associação de Câmbio Virtual do Japão (JVCEA), de acordo com um anúncio oficial em 4 de janeiro da JVCEA.

A JVCEA é um órgão autorregulatório formado em abril por 16 exchanges cripto registradas e que visa criar padrões de segurança para os investidores em toda a indústria. Em outubro, o regulador financeiro do Japão concedeu formalmente o status de autorregulamentação à JVCEA para supervisionar o setor de cripto.

O órgão, criado em parte como resposta ao hack de 534 milhões de dólares da exchange Coincheck em janeiro de 2018, divulgou um conjunto de diretrizes regulatórias em junho, incluindo a proibição do uso de informações privilegiadas e a proibição do comércio de moedas voltadas para a privacidade.

Os cinco novos membros do Tipo II da JVCEA são: Coincheck, Everyone’s Bitcoin, Lastroots Inc., LVC Corporation e Coinage Corporation. A classificação do Tipo II significa que a empresa está em processo de solicitação do registro de moeda virtual, observa a Cointelegraph Japão.

A LVC é uma empresa irmã da LINE, cuja própria exchange cripto nativa, a BITBOX, lançou seu token LINK em meados de outubro.

A Cointelegraph Japão relata que a JVCEA atualmente está recrutando apenas membros do Tipo II, mas em breve adicionará uma classificação do Tipo II para empresas que lidam com serviços relacionados a moedas virtuais, como revendedores de carteira.

Durante o verão, a exchange anunciou que estava considerando tanto o limite de negociação de margem quanto às restrições máximas para que as exchanges fizessem negociações de alguns de seus clientes.

Em meados de dezembro de 2018, a mídia local reportou que o Coincheck havia sido aprovado para uma licença de operação de exchange cripto pelo regulador financeiro do país, mas a nova operadora da Coincheck, a Monex, não confirmou o anúncio.