'Exterminador' de pirâmides ameaça matar todos os piramideiros e empresas que usam marketing multinivel para fraudes

Enquanto a justiça 'tarda' em desmontar esquemas de pirâmide financeira que lesaram milhares de pessoas no Brasil e, em muitas vezes, seus líderes permanecem sem livres e acabam iniciando novos golpes, um homem promete 'fazer justiça com as próprias mãos' e alega que matará todos aqueles que considerar piramideiros.

Muitas destes supostos golpes afirma investir em Bitcoin e criptomoedas. Por meio de um áudio que circula nas redes sociais um homem afirma que haveria um 'grupo de extermínio' de pirâmides que acabaria por eliminar "um por um" dos supostos operadores de pirâmides financeiras.

Uma das empresas que aplicavam golpes, segundo o "exterminador" seria a A2 Trader que, coincidência ou não, teve um de seus líderes assassinados recentemente.

"É assim que vai funcionar agora. A máfia já está montada. A gente vai eliminar um por um, não tem escapatória. Ronaldinho 18k, Unick, Moguro, Digital Coin, A2 Trade, Binary Bit, Imperium, meu a gente tá cercando nas redes sociais (....) todo mundo já foi avisado (...) se não pagar foge do Brasil", disse.

Durante o audio, que tem a voz edita, o suposto 'exterminador' afirma que irá eliminar não só os presidentes e organizadores das pirâmides mas também seu líderes, "(as pirâmides) só tem no mercado porque tem esses filhos da puta que comercializam elas. Sabe que o 'bagulho' é pirâmide e que vai dar 'pau' mas fica trazendo um monte de gente. Não adianta 'bicho' a gente vai fazer cheirar madeira", afirma.

As 'operações' dos supostos 'exterminadores de pirâmides', estariam concentradas no Rio de Janeiro e São Paulo, "Pelo menos aqui em São Paulo e no Rio (...) nosso grupo no whats app está espalhando e ninguém sabem quem somos (....) líder vai para a roça também"

No áudio o suposto "assassino", alega que já haveria quatro pessoas juradas de morte na lista. O grupo, segundo o audio, já teria ido até a casa destas pessoas em busca de matá-las mas não teria encontrado as vítimas.

"Não tem como escapar (...) a limpa está sendo feita (...) estamos cercando as redes sociais (...) vai ser assim agora (...) nesses seis próximos meses vai ser assim, não adianta ganhar dinheiro na costas dos outros", finaliza.

Um vídeo acompanha o áudio que está sendo compartilhado. Nas imagens um celular aparece com a tela desfocada mas é possível perceber propagandas de diversas pirâmides financeiras enquanto uma pessoa portando uma arma aponta para a tela sugerindo que estas pessoas seriam as vítimas 'apontadas' no aúdio.

Nem o vídeo nem o áudio são assinados Todas as empresas citadas estão com problemas para realizar o pagamento de seus usuários e, no caso da 18K (que agora não é mais 18K Ronaldinho) a empresa já foi convocada para prestar esclarecimentos na Câmara dos Deputados.

Recentemente Marcos Monteiro, um dos sócios da Binary Bit, alegou nas redes sociais que foi ameaçado de morte por uma suposta quadrilha, que seria composta de investidores da empresa, que foram até a casa de Monteiro para receber o dinheiro que teriam aplicado. Contudo, segundo Monteiro, na verdade a 'quadrilha' teria sido enviada pelo seu sócio Ricardo Toro com o objetivo de matá-lo.

Como noticiou o Cointelegraph, a  Revista Veja chamou as pirâmides financeiras de "criptotrambiques", dizendo que elas usam de Bitcoin e criptomoedas, para aplicar golpes e fugir da justiça.

Confira mais notícias