Atlas Quantum já teria 'vendido' cerca de 86 Bitcoins de seus usuários

A Atlas Quantum já teria 'vendido' cerca de 86 bitcoins dos usuários que optaram pelo sistema de 'saque em reais' anunciado pelo CEO da companhia, Rodrigo Marques. Segundo comunicado compartilhado pela empresa em 31 de outubro, foram atendidas 1738 solicitações.

O comunicado da Atlas foi publicado no Instagram oficial da companhia e a publicação não forneceu mais detalhes sobre o caso e nem os valores resgatados pelos usuários que aderiram ao sistema.

Diante dos números divulgados a equipe do Cointelegraph fez um levantamento sobre a possível quantidade de Bitcoins negociados e o valor obtido pela empresa. Segundo as regras estipuladas pela Atlas, cada solicitação só pode ser realizada em no máximo 0.05 BTC e, de acordo com relatos nas redes sociais, boa parte dos clientes usou o limite da solicitação. Desta forma, seguindo esta conta, seriam 86,9 Bitcoin negociados pelos clientes.

 

Adotamos uma 'média' de valor de venda em torno de R$ 8500, tendo em vista que o preço na plataforma oscilou bastante na faixa de R$ 8 e 9 mil antes de cair abaixo de R$ 5 mil e depois voltar para R$ 7 mil. Atualmente um BitAtlas está sendo negociado em R$ 7.173, de acordo com o BitAtlas.cf. A dificuldade de estabelecer um preço médio também esbarra na falta de um histórico dos preços praticados.

Admitindo este preço médio a Atlas teria 'arrecadado' com a venda algo em torno de R$ 738 mil e teria 'lucrado' por volta de R$ 96 mil com a diferença do preço de revenda, geralmente em 13% (embora a diferença já tenha sido mais de 50%). A empresa não confirmou nenhuma das informações.

Nas redes sociais, a divulgação da Atlas não foi bem recebida pelos usuários e a maioria dos comentários na publicação são negativos. Há clientes reclamando do deságio na operação, que atualmente está em 80% e outros que solicitam saques em Bitcoin.

No entanto, apesar das reclamações, como noticiou o Cointelegraph, o sistema proposto por Rodrigo Marques, CEO da empresa, para amenizar a crise tem ganhado aderência e, em grupos nas redes sociais, clientes relatam que o dinheiro proveniente da venda dos bitcoins no sistema têm sido depositado rapidamente nas contas bancárias, em um prazo de até 24h.

No dia 31 de outubro, clientes da Atlas também receberam um e-mail anunciando que a bonificação de 25% para aqueles que não tiveram seus saques confirmados, foi cancelada. A partir de agora, clientes que não receberam seus bitcoins e não aderiram ao 'saque em reais' não receberam qualquer compensação pelos bitcoins 'presos' no sistema. 

Como noticiou o Cointelegraph um pouco mais cedo,  a Atlas pretende pode pública uma nova auditoria no dia 02 de novembro sobre os bitcoins bloqueados no sistema. O procedimento seria acompanhado por um grupo de clientes da empresa. A Atlas confirmou a auditoria mas não forneceu mais detalhes do processo.

Confira mais notícias