Maior banco da África adere ao consórcio blockchain Marco Polo Network

O Standard Bank, maior banco da África em ativos totais, aderiu à rede de financiamento comercial em blockchain Marco Polo Network.

O Standard Bank agora desenvolverá soluções de financiamento comercial ao lado de grandes instituições financeiras globais, como o francês BNP francês e o holandês ING, conforme uma nota oficial de 22 de agosto.

Com suporte do maior banco do mundo, o Banco Industrial e Comercial da China, o Standard Bank é o primeiro banco africano a ingressar na rede, observa o comunicado.

Até o momento, a Marco Polo Network inclui mais de 20 empresas financeiras globais, como Commerzbank, Anglo-Gulf Trade Bank, Danske Bank, NatWest, Alfa Bank, Bayern LB, Helaba, S-Servicepartner, RBI e Bradesco.

Objetivos da rede

A Marco Polo Network é uma iniciativa colaborativa entre a empresa de software empresarial R3 focada em blockchain e a empresa de tecnologia irlandesa TradeIX, lançada em 2017. A rede oferece uma plataforma com diversas classes de ativos para serviços de corretagem e transações entre várias moedas, incluindo ações, derivativos e outros serviços relacionados.

Em 15 de agosto, o Commerzbank e o Landesbank Baden-Württemberg executaram  uma transação que foi um marco para a plataforma Marco Polo, permitindo a integração direta e instantânea do fornecedor de logística Logwin AG na cadeia de processos digitais.

A R3 teria enfrentado grandes dicidências internas sobre a visão central de sua plataforma de blockchain empresarial Corda, o que teria causado frustração e atrasos. Fontes não identificadas disseram que havia grandes diferenças de opinião entre os gerentes e desenvolvedores em relação ao design e desenvolvimento de produtos da R3.