Grande banco austríaco Raiffeisen se une à rede global de financiamento para comércio com a Corda da R3

O Raiffeisen Bank International (RBI) da Áustria anunciou que vai fazer um teste piloto da rede de blockchain do Marco Polo, da R3, para o financiamento de comérico, de acordo com um comunicado compartilhado com o Cointelegraph em 8 de maio.

Como publicado anteriormente, o Marco Polo - que é equipado com a plataforma blockchain empresarial Corda da R3 - conta com importantes bancos internacionais como BNP Paribas, ING e Sumitomo Mitsui Banking Corporation como membros. Outros membros proeminentes do banco incluem o Standard Chartered Bank e o NatWest, de acordo com o comunicado de imprensa desta quarta-feira.

O RBI está de olho na expansão do mercado na Europa Central e Oriental, depois de reportar um lucro consolidado de 1,27 bilhão de euros (cerca de US$ 142 bilhões) - 14% acima do ano anterior - em 2018.

Como observa o release, o Marco Polo se vale de uma plataforma de trade finance distribuída da TradeIX, juntamente com a Corda e visa aumentar a eficiência de custo e tempo, bem como a transparência, para as soluções de financiamento comercial tradicionais e estruturadas dos bancos comerciais.

Em um comunicado, Daniel Cotti, diretor do Centro de Excelência, Bancário e Comercial do RBI, disse que o banco está procurando expandir consideravelmente sua cobertura geográfica e ajudar a conduzir o Marco Polo como a principal rede de financiamento do comércio na Europa e o rápido crescimento globalmente.

O CEO da R3, David E. Rutter, ressaltou que “a infraestrutura atual que sustenta o trade finance está desatualizada e precisa de investimento e modernização.” A plataforma blockchain oferece soluções tecnológicas como APIs e um aplicativo de ERP para inovar as ofertas de capital de giro, afirma o comunicado de imprensa.

Como o Cointelegraph informou, o Marco Polo conduziu com sucesso suas primeiras operações de financiamento, em março de 2019, em uma operação envolvendo duas empresas alemãs e o importante banco local Commerzbank.

Uma plataforma blockchain de trade finance concorrente, a We.trade, operada pela IBM, fez sua estreia comercial em 2018.