XP Investimentos agora 'negocia' Bitcoin por meio de fundo de criptomoedas aprovado pela CVM

A XP Investimentos, uma das maiores corretoras de investimento do Brasil, agora oferece investimento no fundo de Bitcoin e criptomoedas da gestora de recursos Hashdex, conforme publicação da gestora no Linkedin em 19 de dezembro. O fundo é aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM).

O fundo da Hasdex é baseado no HDAI (Hashdex Digital Assets Index) que é listado na bolsa americana Nasdaq e é composto por uma cesta de criptomoedas, entre elas Bitcoin. Além disso os criptoativos que integram o fundo são revistos em um período de tempo mudando a alocação dos recursos.

Hoje o Hashdex conta com 13 criptomoedas: bitcoin, com 75,69%; ethereum, 9,90%; ripple, 5,87%; bitcoin cash, 2,01%; litecoin, 1,79%; EOS, 1,46%; bitcoin SV, 0,76%; stellar, 0,61%; Tron, 0,54%; cardano, 0,53%; dash, 0,32%; ethereum classic, 0,27%; e Neo, 0,26%.

"O universo de criptos agora está acessível para os investidores qualificados da XP INVESTIMENTOS. O Hashdex Criptoativos Explorer FIC FIM acaba de ser lançado e é o primeiro fundo de investimentos composto por criptos a ser oferecido pela XP. Para aplicar, procure seu assessor de investimentos", disse a publicação.

O fundo, sediado nas Ilhas Cayman, já é negociado, além da XP, em 4 plataformas regulamentadas, Órama, BTG Pactual, Genial e Hub. Interessante notar que o Hashdex foi implantado diretamente na XP Investimentos e não na XDEX, plataforma de negociação de criptomoedas controlada pelos sócios da XP.

“Invisto em criptos desde 2011. Mas, em 2017, ano da explosão do bitcoin, passei a me perguntar: como reduzir o risco? Conclui que a melhor maneira seria comprar o mercado como um todo. No começo, tentei gerir uma carteira com várias criptomoedas. Mas é difícil manter isso sem perdas. Com um índice, vimos uma oportunidade de resolver esse obstáculo”,declarou o brasileiro Marcelo Sampaio, cofundador e CEO da Hashdex.

A Hasdesk possui 3 fundos o Hashdex Digital Assets Discovery (investe até 20% no HDAIF e é aberto para o público em geral), o Hashdex Digital Assets Explorer (investe até 40% no HDAIF e é aberto para investidores qualificados), e o Hashdex Digital Assets Voyager (investe até 100% no HDAIF e é aberto para investidores profissionais). Esses são os fundos distribuídos no Brasil via as plataformas. 

Como noticiou o Cointelegraph, além do HDAI a BLP Asset criou o primeiro fundo de investimento em Bitcoin e criptomoedas, destinado ao mercado de varejo e aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, CVM.

Focada exclusivamente em “investimentos alternativos” a BLP Asset foi fundada em 2010 por executivos que foram sócios do Banco Garantia/Credit Suisse que conheceram os criptoativos em 2016 e lançaram seu primeiro fundo em Janeiro de 2018 e já angariou aprovação da CVM para oferecer investimentos em criptomoedas para o varejo.

Quem devem lançar novos produtos baseados em critpomoedas para o ano que vem é a QR Capital que, recentemente, também obteve uma aprovação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para atuar como corretora regulamentada no país.

Confira mais notícias