Viúva do fundador da QuadrigaCX pede indenização por custos legais de proteção de credores

A viúva do fundador da extinta exchange de criptomoedas QuadrigaCX pediu ao tribunal US$ 225.000 em indenização por custos legais, informou a Bloomberg nesta segunda-feira, 4 de março.

Jennifer Robertson, esposa do falecido fundador da QuadrigaCX, Gerry Cotten, está buscando o pagamento do financiamento usado para ajudar a cripto exchange a adquirir a proteção aprovada pelo tribunal dos credores. Depois que US$ 145 milhões em cripto ativos desapareceram com a morte de Cotten, Robertson forneceu o financiamento provisório dos processos judiciais.

De acordo com a Bloomberg, Robertson pagou CA$ 300.000 (~US$ 225.000) para a nomeação da Ernst & Young (EY) como monitor dos procedimentos legais, além das taxas associadas ao preenchimento da Lei de Acordo de Credores das Empresas (CCAA) e nomeação de novos diretores. Atualmente, a QuadrigaCX é supervisionada por Robertson e seu padrasto, Tom Beazley, como diretores.

Embora a questão do reembolso de Robertson tenha sido discutida no tribunal, o escritório de advocacia que representa os clientes afetados da QuadrigaCX, Cox & Palmer, questionou o pagamento. Em uma carta registrada diretamente ao tribunal, a empresa argumentou que o reembolso não deveria ser concedido até que a EY revisasse as informações de ativos e transações da propriedade de Cotten. Os representantes da Cox e Palmer afirmam:

“Em nossas submissões, o reembolso contemplado pelo fluxo de caixa é inadequado até o momento em que o Monitor revisou as informações solicitadas e se satisfez com a fonte dos fundos usados para financiar o processo do CCAA.”

De acordo com o Toronto Star, o juiz da Suprema Corte, Michael Wood, estendeu os procedimentos por 45 dias até 23 de abril e aprovou a nomeação de um Chief Restructuring Officer (CRO) para a exchange. Ele também se dirigiu à Ernst & Young para assegurar que as taxas para serviços profissionais não estivessem "fora de controle". Qualquer decisão sobre pagamentos a Robertson também foi adiada.

Na semana passada, a Ernst & Young descobriu que as cold wallets da QuadrigaCX estavam vazias e inutilizadas desde abril de 2018. A empresa também descobriu várias contas de usuários que “podem ter sido criadas fora do processo normal pela Quadriga” e que “essas contas identificadas foram criadas sob vários nomes falsos.”

Recentemente, a plataforma de pesquisa e consultoria de criptomoedas ZeroNonCense publicou um relatório afirmando que a QuadrigaCX armazenou uma quantidade significativa de Ethereum (ETH) em outras cripto exchanges, como a Kraken, a Bitfinex e a Poloniex.