Exchange cripto canadense QuadrigaCX entra com pedido de concordata na Nova Escócia

Após de problemas financeiros e legais, a importante exchange de criptomoedas canadense QuadrigaCX entrou com pedido de concordata, de acordo com um anúnciou oficial de 31 de janeiro.

De acordo com uma declaração no site da exchange, a empresa entrou com um pedido de concordata no Supremo Tribunal da Nova Escócia, em conformidade com a Lei de Acordos de Credores das Empresas (CCAA). De acordo com a PwC Canada “a CCAA apresenta uma oportunidade para a empresa evitar a falência e permite que os credores recebam alguma forma de pagamento dos valores que lhes são devidos pela empresa”.

O anúncio também declara que em 5 de fevereiro, o tribunal será convidado a nomear a empresa de auditoria Ernst & Young, membro do "Big Four" da auditoria, como um terceiro independente para monitorar o processo.

O pedido supostamente dará à QuadirgaCX “a oportunidade de se posicionar quanto a questões financeiras significativas que afetaram nossa capacidade de servir nossos clientes”. A empresa afirma que as tentativas de “localizar e garantir nossas reservas muito significativas de criptomoedas mantidas em carteiras frias” não tiveram sucesso. Como tal, eles não foram capazes de satisfazer os saldos dos clientes ou de garantir serviços de uma instituição financeira para aceitar saques bancários.

Em outubro de 2018, a exchange entrou em uma disputa por uma quantia de 19,6 milhões de dólares com o Canadian Imperial Bank of Commerce (CIBC). De acordo com o jornal canadense Globe and Mail, a QuadrigaCX vinha enfrentando dificuldades para acessar US$ 16,3 milhões de seus fundos desde janeiro, quando o CIBC congelou cinco contas pertencentes a Jose Reyes, proprietário da exchange, e sua processadora de pagamentos, a Costodian Inc.

O CIBC posteriormente solicitou que o Tribunal Superior de Ontário retivesse os fundos e determinasse se eles pertenciam à Costodian, à exchange, ou aos usuários que depositaram os fundos. O tribunal decidiu em favor do banco, afirmando que o proprietário dos fundos não estava claramente estabelecido. O CIBC foi então obrigado a repassar os recursos à Tesouraria do Superior Tribunal para identificar o proprietário.

O que complica ainda mais a situação da exchange é a aparente morte de seu fundador, Gerry Cotten. Após um anúncio do falecimento de Cotten, alguns usuários pediram a certidão de óbito, enquanto um deles até aventou a possibilidade de que a exchange não poderia acessar os ativos no armazenamento a frio, já que as chaves eram de conhecimento apenas de Cotten.

Os usuários da plataforma não estariam conseguindo acessar ou retirar seus fundos há meses. Alguns especularam se a plataforma havia se tornado insolvente no início desta semana, quando a QuadrigaCX parecia estar fora do ar para manutenção. Um comentarista postou no Reddit, "Eles vão declarar insolvência devido a uma incapacidade de encontrar um banco adequado para receber uma conta e facilitar as transferências."