"Não diz obrigado, Peter Schiff?" - Defensor do ouro é fritado por defensores do Bitcoin

Max Keiser, ex-negociante de Wall Street e apresentador do Keiser Report, liderou a contra-ofensiva sobre os pessimistas do Bitcoin (BTC) neste fim de semana, quando o preço do Bitcoin ultrapassou os US$ 11.000.

Usando o Twitter como plataforma, Keiser se concentrou em entusiastas do ouro, após vários deles afirmarem que, apesar de seu desempenho, o Bitcoin ainda era uma aposta inferior ao metal precioso.

Entre eles estava Peter Schiff, o veterano defensor do outro que regularmente destroi a criptomoeda , tanto informalmente quanto por meio de entrevistas, enquanto, ironicamente, também a aceitava como pagamento.

“Não importa o quão alto o preço do Bitcoin suba, a menos que você venda. Todo comprador deve eventualmente vender para obter qualquer benefício do aumento”, escreveu ele no sábado.

"Mas é aí que mora o problema. Uma vez que os investidores decidam sacar, o preço entra em colapso, acabando com os ganhos no papel antes que possam ser concretizados!”

Keiser não aceitou essas palavras, sugerindo que Schiff tinha com o Bitcoin uma dívida de gratidão pelos ganhos do próprio ouro. Como o Cointelegraph relatou, uma mistura de fatores tem feito o ouro progredir rapidamente alinhado com o Bitcoin nos últimos meses.

“Não diz obrigado, Peter? O Bitcoin deu ao ouro uma auréola de dinheiro forte; inflamando o interesse no dinheiro físico novamente, levando o preço do ouro mais para o alto”, respondeu Keiser.

Em outro post no Twitter, ele acrescentou:

“A comunidade (Bitcoin) agora tem uma maior compreensão do dinheiro e da história monetária do que a comunidade do ouro. Esse "cavalo de pau" é relativamente recente e explica por que os defensores do outro está em dificuldades agora."

Schiff enfrentou mais dificuldades quando tentou refutar o Bitcoin com valor intrínseco. Um de seus argumentos favoritos há muito tempo, ele apontou-o como uma razão para a superioridade do ouro em 2011, quando ele criticou a ideia de manter o que ele chamou de "Bitcoms" por causa da falta de liquidez.

O Bitcoin cresceu rapidamente, disse um comentarista nesta semana, enquanto o ouro nunca saiu do seu corredor comercial.

"A única demanda por Bitcoin vem dos especuladores", afirmou Schiff ainda nesta semana, ao qual o analista Vijay Boyapati respondeu:

“A grande maioria do preço do ouro é um ágio monetário, assim como o Bitcoin. O uso industrial não protege esse ágio de nenhuma maneira. O ágio é baseado na adequação como uma reserva de valor no qual o Bitcoin supera até o ouro.”

Boyapati incluiu uma comparação deste "ágio" em ouro, Bitcoin e prata.

No entanto, Schiff não estava sozinho em sua falta de fé, com Roy Sebag, fundador da Goldmoney, custodiante de metais preciosos, alegando que os usuários de Bitcoin não discustiam o ouro.

O debate de Schiff com o autor de "The Bitcoin Standard", Saifedean Ammous, chamou a atenção quando foi ao ar em maio, o primeiro de uma série de encontros de alto risco para os proponentes do Bitcoin.

Nas próximas semanas, Warren Buffett e Nouriel Roubini - talvez os que mais atacam o Bitcoin em todos - ficarão cara a cara com os números da criptomoeda.