Wells Fargo desenvolve piloto de plataforma de liquidação entre fronteiras baseada em DLT

A empresa norte-americana de serviços financeiros Wells Fargo & Company planeja lançar um piloto de um serviço de liquidação baseado em tecnologia de ledger distribuído (DLT) em 2020.

Em um press release de 17 de setembro, a Wells Fargo descreve uma plataforma baseada em DLT desenvolvida para lidar com agendamento de transações internas de pagamentos internacionais em sua rede global, usando dinheiro digitalizado. 

A empresa diz que já testou com sucesso o conceito de transferência de dinheiro entre os Estados Unidos e o Canadá.

Realização de transações monetárias quase em tempo real

A idéia do projeto é estabelecer a possibilidade realização de transações monetárias quase em tempo real, sem impacto na conta de origem, lançamentos de transações e infraestrutura de reconciliação com transações transfronteiriças. A DLT também ajudará a empresa a eliminar a necessidade de terceiros e reduzir o tempo de transferência e os custos de transação.

Lisa Frazier, chefe do Grupo de Inovação da Wells Fargo, disse que a empresa tem aumentado a demanda por redução de atrito em relação às fronteiras tradicionais, com a DLT sendo capaz de ajudar nesta questão. Frazier afirmou:

"Acreditamos que a DLT é bastante promissora para uma variedade de casos de uso e estamos animados para dar esse passo significativo na aplicação da tecnologia ao banco de maneira material e escalável. O Wells Fargo Digital Cash tem o potencial de permitir que o Wells Fargo remova barreiras às interações financeiras em tempo real em várias contas em vários mercados em todo o mundo.”

Poder transformador da blockchain

Ainda ontem, Raphael Auer, economista do Bank for International Settlements, defendeu a chamada supervisão integrada, que monitoraria automaticamente os mercados tokenizados. Auer argumentou que DLT contratos inteligentes podem facilitar o desenvolvimento dos mercados financeiros por meio de novas formas de transparência e credibilidade dos dados e, eventualmente, excluir a verificação de dados baseada em intermediários.

No início de setembro, a gigante de gerenciamento de serviços de tecnologia da informação Gartner fez uma previsão sobre o poder transformador da blockchain para a maioria das indústrias em 10 anos. Segundo a Gartner, quase 18% dos CIOs de serviços bancários e de investimentos dizem que adotaram ou planejam empregar alguma forma de tecnologia blockchain nos próximos 12 meses. Outros 15% planejam fazê-lo nos próximos dois anos.