Usuário diz ter conseguido sacar Bitcoin preso na AnubisTrade, que pertence à Atlas Quantum

Um usuário relatou hoje, 09 de dezembro, ter conseguido sacar com sucesso uma quantidade de Bitcoin custodiada na AnubisTrade, plataforma de arbitragem de BTC que foi comprada pela Atlas Quantum e que está com os saques bloqueados desde que foi comprado pela empresa de Rodrigo Marques.

Segundo os prints compartilhados no Telegram, o usuário, assim como diversos outros clientes da empresa, teria solicitado seu saque há mais de 2 meses e teve o seu saque confirmado somente agora, embora a confirmação do saque mesmo com meses de atraso também foi recebida com surpresa tendo em vista que a Atlas Quantum não está realizando nem saques em reais nem em Bitcoins.

O valor, embora pouco, 0.0065 Bitcoins teria sido transferido hoje para o endereço de Bitcoin externo as plataformas, indicado pelo usuário na exchange Binance. Entretanto não foi possível confirmar a informação com exatidão pois o endereço público não foi compartilhado e tampouco o hash da transação. Procurada a Atlas Quantum não retornou até a publicação da reportagem.

No entanto, o suposto saque levou investidores a ter um pouco de esperança de receber seus valores custodiados.

"Água no deserto é ouro. Se começar a pingar toda hora um monte de merreca.... Vai ter um monte de gente se animando", disse uma investidora.

 

 

sss

A crise na Atlas Quantum começou em agosto deste ano quando a Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, CVM, publicou um 'stop order' contra a empresa alegando que ela oferecia contratos de investimento coletivo sem autorização da autarquia.

A publicação ocasionou uma corrida nos saques e a empresa passou a atrasar as solicitações alegando problemas de KYC, entre outros, junto as exchanges. Fato que foi negado por pelo menos duas plataformas, HitBTC e Gate.io.

Após uma série de declarações a Atlas, sem pagar seus clientes, anunciou a compra da AnubisTrade, que até então vinha atendendo as solicitações de seus usuários, contudo, sem explicações, após a aquisição da Atlas os Bitcoins na Anubis também foram 'bloqueados' e os usuários passaram a enfrentar problemas em ver atendida suas solicitações.

Para sanar a crise a Atlas Quantum anunciou uma série de medidas que chamou de "saque em reais" e "recompra', no entanto, apesar de um pequeno sucesso inicial, as medidas também foram pausadas pela Atlas que alegou 'problemas' com a operação e promete retomar a operação, contudo, até o momento, nada foi divulgado.

Como noticiou o Cointelegraph, recentemente a falta de liquidez alegada pela Atlas Quantum que afirma estar com os Bitcoins bloqueados em exchanges internacionais não pode ser usada para justificar a paralisação nos saques de bitcoins de seus clientes, disse a Justiça do Estado de São Paulo em decisão publicada hoje, 03 de dezembro que concede uma tutela de urgência contra a empresa.

"Enfim, a falta de liquidez para fazer frente aos pedidos de resgate não pode ser imputada a terceiro, por estar abrangido pelos riscos do empreendimento (fortuito interno), havendo inequívoco nexo causal entre a atuação da ré e o dano sofrido pelo usuário, que teve negado o saque dos valores que investiu através da plataforma da ré. Deve, pois, a ré ser condenada ao pagamento do valor equivalente ao saque pedido pelo autor, na cotação do dia do pedido de resgate, ou seja, 22/08/2019", diz a decisão.

Confira mais notícias