Tesouro dos EUA conclui prova de conceito de sistema blockchain de pagamento de subsídios

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos quase completou os testes de um sistema de pagamento de concessões baseado em blockchain como parte da exploração de como a tecnologia pode melhorar essas operações.

Conforme o Business of Federal Technology publicou em 10 de janeiro, o Departamento do Tesouro lançou um programa projetado para descobrir se a blockchain poderia fornecer mais eficiência nas operações de um sistema de pagamento de subsídios baseado em blockchain. Atualmente, a agência quase concluiu uma Prova de Conceito para uma carta de crédito baseada em blockchain para destinatários federais.

Rastreamento mais eficiente

Descrevendo o princípio da operação do programa, Craig Fischer, gerente de programa de inovação da agência, explicou que a plataforma simboliza cartas de crédito federais eletrônicas enviadas aos destinatários da concessão, ajudando assim a rastrear a distribuição dos pagamentos da concessão e tornando a transação mais segura. O recurso de rastreamento também permite que o governo veja dados como identificação do destinatário, valor da concessão e datas-chave como quando foi concedido.

Para receber um carta tokenizada, o destinatário precisaria ter uma carteira eletrônica associada a uma conta bancária. Os testes devem ser concluídos até o final de janeiro.

Blockchain na localização de transações e produtos

A Blockchain tem sido amplamente usado para rastrear transações e produtos. No início de janeiro, a IBM e o Farmer Connect - uma organização comprometida em aumentar a transparência e a sustentabilidade nas cadeias de suprimentos agrícolas - fizeram a demonstração de um aplicativo baseado em blockchain que permite que os consumidores aprendam sobre os grãos de café que compram. O aplicativo móvel fornece aos consumidores um mapa interativo para mostrar a jornada do café, digitalizando um código QR.

Em dezembro passado, a segunda maior concessionária de energia elétrica do Japão, a Kansai Electric Power Co. (KEPCO), prorrogou seus testes de um sistema movido a blockchain para transações de créditos de energia renovável. 

Um estudo da Cointelegraph Consulting e da empresa suíça de blockchain Insolar, em dezembro passado, mostrou que a tecnologia blockchain poderia reduzir os custos relacionados à cadeia de suprimentos para empresas entre 0,4% e 0,8%.