FBI pede informações de usuários da QuadrigaCX nos Estados Unidos

O Federal Bureau of Investigation (FBI) dos Estados Unidos pediu a ex-usuários da exchange QuadrigaCX que forneçam informações, em um anúncio oficial publicado em 3 de junho.

No começo deste ano, a QuadrigaCX aplicou para uma proteção de crédito depois da morte inesperada de seu fundador, que deixou aparentemente inacessíveis mais de US$ 145 milhões em fundos.

O anúncio do FBI pede que as pessoas que perderam fundos devido à falência da exchange preencham um questionário pedindo diversos detalhes sobre sua experiência com a empresa e dados pessoais:

“Se você tem perguntas ou preocupações sobre sua conta da QuadrigaCX, ou você acredita que é uma vítima, por favor preencha o questionário abaixo. [...] A partir das respostas enviadas, você pode ser contactado pelo FBI e ter que fornecer mais informações.”

O formulário também pede que os usuários da QuadrigaCX enviem seus usernames e se eles têm acesso a carteiras quentes da exchange e IDs de transações antigas. O documento também pergunta se os entrevistados forneceram documentos escaneados e informação de identidade à exchange, e quais dundos eles possuíam em suas contas. O FBI diz que aqueles que responderem ao questionário podem ter que fornecer mais informações, que podem ser úteis à investigação.

Como o Cointelegeraph noticiou em maio, um novo relatório da empresa de auditoria do Big Four EY destacou os ativos e débitos da grande exchange canadense QuadrigaCX e suas subsidiárias, revelando que a Quadriga teria cerca de US$ 20,8 milhões em ativos e cerca de US$ 160 milhões em passivos em 12 de abril de 2019.

Separadamente, um indiciamento de dois indivíduos em abril por diversos crimes - incluindo fraude bancária e operação de negócio de transmissão de dinheiro sem licença - mostrou uma aparente conexão com serviços bancários nebulosos, que teriam sido operados em duas exchanges cripto, uma delas a QuadrigaCX.