De Belize, Leidimar Lopes, da Unick Forex afirma que quem perdeu comprovante de pagamento não receberá da empresa

A Unick Forex, empresa que afirmava realizar investimentos, em nome de seus clientes, no mercado Forex (proibído no Brasil), por meio de trade com Bitcoins, declarou que só pagará os clientes que pediram cancelamento referente aos planos da empresa se eles tiverem comprovantes dos pagamentos feitos, segundo publicação da empresa em 08 de outubro.

O comunicado é assinado de Belize, paraíso fiscal na América Central, pelo presidente da empresa, Leidimar Lopes, que também declara que todas as negociações ocorrerão por meio do escritório NWADV – Nelson Wilians Advogados Associados, recentemente contratado para negociar com os devedores.

"(o cliente da Unick) Deve procurar o comprovante, pois ele é o único documento válido para demonstrar que realmente adquiriu um produto, possibilitando tornar-se um associado com direito a bonificação", disse a empresa em um pequeno sistema de perguntas e respostas.

Lopes também afirma, que após o envio da documentação (incluindo uma serie de informações pessoais) o usuário receberá um e-mail em até cinco dias úteis. Este e-mail conterá as informações necessárias para prosseguir com o a solicitação de saque. Também foi disponibilizado um número de telefone e um e-mail para os clientes tirarem dúvidas.

"O NWADV está pronto para atender a todos que solicitarem cancelamento, por meio de sua central de atendimento e do e-mail."

Como noticiou o Cointelegraph, a Unick Forex é suspeita de ser uma pirâmide financeira e está sendo investigada pela Polícia Federal (PF), pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil. No caso da PF a suspeita é que a empresa tenha praticado crimes de lavagem de dinheiro.

No domingo, 29 de setembro, os sócios da Unick Forex, esvaziaram a sede da empresa levando todos os computadores e documentos que estavam no local. A ação não foi avisada nas redes sociais e canais de comunicação da empresa e ocorreu dias antes de uma suposta manifestação marcada para ocorrer na sede da companhia em São Leopoldo, Rio Grande do Sul.

Segundo os administradores do edifício que abrigava a empresa as salas que pertenciam a Unick já tiveram as chaves entregues e estão prontas para serem alugadas. Boatos alegam que a empresa estaria transferindo a sede para Caxias do Sul, mas nada foi confirmado.

Após o fechamento, Leidimar Lopes, teria ido ao Belieze, segundo mensagens assinadas pelo próprio presidente da empresa. A Unick Forex, inaugurou uma sede no país da América Central no início do ano. Em um local nobre, as salas alugadas pela Unick ficam no mesmo quarteirão onde está localizado o Banco Central do pais.