Banco Cental da Suíça, SNB acompanha de perto desdobramentos do Libra do Facebook

O banco central da Suíça, Swiss National Bank (SNB), está acompanhando de perto as autoridades relevantes no caso do projeto da cripto Libra do Facebook.

A notícia vem a partir de declarações do vice-presidente do SNB, Fritz Zurbruegg, em matéria da Reuters publicada em 27 de agosto. 

Documentação do Libra ainda tem detalhes por esclarecer

Zurbruegg disse que ainda é difícil analisar por completo o projeto do Libra, pois a documentação disponível ainda é muito vaga. Ele acrescentou que algumas informações relevante ainda estão faltando nos documentos.

A notícia chega depois de legisladores dos Estados Unidos visitarem a Suíça neste mês para esclarecer como as autoridades do país iriam regular o Libra, assim como para colher mais detalhes do projeto. Porém, as autoridades dos EUA posteriormente emitiram uma nota oficial dizendo que ainda estavam preocupadas com o projeto cripto do Facebook.

A deputada dos EUA Maxine Waters, presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, disse na semana passada que o comitê continuará analisando o Libra e sua carteira digital Calibra.

Facebook tenta diminuir repercussão negativa

Enquanto isso, o Facebook está buscando salvar seu projeto mesmo antes do lançamento. Ontem, a gigante de social media contratou uma empresa de lobby de Washington chamada FS Vector para ajudar a diminuir a pressão regulatória com relação ao Libra.

Hoje mais cedo, a Libra Association lançou seu programa público de recompensas de bugs, buscando de evitar problemas de segurança antes do lançamento do Libra, previsto para 2020.

Em 23 de agosto, o Financial Times noticiou que pelo menos três dos primeiros apoiadores de Libra estavam pensando em deixar o projeto depois da repercussão global negativa do projeto.