Startup de blockchain é selecionada em projeto de aceleração do Governo Federal

A startup de blockchain CryptumLab, do Ceará, foi selecionada para o programa de aceleração do Governo Federal Conecta Startup Brasil, que busca apoiar startups e empreendedores em estágio inicial no Brasil. A notícia é do portal do Governo do Ceará.

A CryptumLab foi selecionada através do projeto Lumen, que é uma plataforma de serviços educacionais em blockchain, projetada para agregar serviços e aumentar o engajamento de colaboradores.

A plataforma distribui uma criptomoeda aos colaboradores "como forma de reconhecimento e valorização dentro ou fora de um programa de benefícios". Os colaboradores podem usá-la para adquirir serviços educacionais no marketplace da Lumen.

O sócio-fundador da CryptumLab e professor da Universidade Estadual do Ceará, que também apoia o projeto, Jerfesson Teixeira de Souza, diz:

"A aprovação no Conecta Startup Brasil representa uma conquista imensurável para a CryptumLab, que receberá, além de apoio financeiro e de capacitação, a oportunidade de conexão com as grandes empresas selecionadas na primeira fase do programa, que poderão se tornar clientes ou parceiras do Lumen.”

O Conecta Startup Brasil é um programa promovido em parceria entre Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Softex, e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O programa recebeu 1.877 inscrições de todo o país, selecionando 100 equipes, 20 por região brasileira. A Lumen ficou em 4o. lugar no Nordeste. Os projetos aprovados podem receber até R$ 200 mil em aportes.

Continue lendo: