Regulador de Cingapura alerta para golpe online que diz que o governo adotou cripto como dinheiro

A Autoridade Monetária de Cingapura (MAS, na sigla em inglês) alertou o público contra um suposto golpe que afirma que a criptomoeda foi adotada oficialmente pelo governo, de acordo com uma declaração oficial de 29 de janeiro.

A MAS, que é tanto o banco central de Cingapura quanto o regulador financeiro do país, descreve que o esquema fraudulento está sendo disseminado por meio de sites que oferecem investimento em cripto usando dados falsos atribuídos ao governo.

Os sites fraudulentos supostamente alegam que Cingapura está adotando uma criptomoeda como sua moeda oficial e pedem aos usuários que forneçam dados pessoais e financeiros para comprar a cripto de maneira exclusiva.

Além de informar sobre o novo golpe de cripto, a MAS aproveitou a declaração para mais uma vez alertar o público sobre problemas comuns no investimento em criptomoedas ou tokens digitais, enfatizando que tais investimentos estão associados a alto risco.

Além disso, a autoridade responsável pela regulação de cripto apontou várias recomendações que já são divulgadas desde 2017, incluindo a mais recente, publicada em dezembro de 2018.

Na semana passada, a MAS proibiu um projeto de oferta inicial de moedas (ICO) local de realizar uma oferta de tokens de títulos (STO) em Cingapura, afirmando que todos as STOs devem cumprir as leis de valores mobiliários do país e devem se registrar junto à MAS.

Recentemente, a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta tambem emitiu um alerta contra um suposto esquema de fraude global conhecido como “Bitcoin Revolution”. O golpe cripto supostamente representa um esquema típico de enriquecimento rápido e opera através do site the-bitcoinrevolution.org, além de vários outros sites que não foram nominados.