Rússia pode construir destino offshore para criptomoedas, exchanges e forex

A Rússia pode construir um grande centro financeiro na ilha de Bolshoy Ussuriysky, segundo notícia da agência estatal TASS de 8 de junho.

Leonid Petukhov, que comanda a Agência do Extremo Oriente para atrair investimentos e apoiar as exportações, disse que a ilha pode se tornar um destino offshore para criptomoedas, exchanges cripto e mercados forex.

Bolshoy Ussuriysky fica na fronteira entre a Rússia e a China, com partes do oeste depois de uma longa disputa sendo cedidas a Pequim depois de um acordo de 2004.

Petukhov deu as declarações ao falar para a TASS durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo.

A Rússia já produziu duas zonas econômicas offshore nos anos recentes: a Ilha Oktyabrsky, em Kaliningrado, e a Ilha Russky, em Vladivostok. Nenhuma delas atualmente permite negociação com criptomoedas.

A aceitação de criptos e blockchain na Rússia tem movimentos mistos. Em 7 de junho, o parlamento do país disse que estaria considerando impor multas para a mineração cripto até o fim do mês.

No mesmo dia, o CEO do maior banco da Rússia, Sherbank, confirmou oficialmente que a instituição não vai desenvolver serviços relacionados a criptos.

No ano passado, autoridades da península da Crimea, território ocupado pela Rússia, consideraram a criação de um cluster blockchain na forma de um fundo de investimentos cripto para atrair mais empresas de tecnologia para a área.

A aguardada legislação cripto da Rússia atualmente está adiada depois um pedido para inclusão de terminologia mais específica para criptos.