Governo da Crimeia considera criação do cluster Blockchain e de fundo cripto

As autoridades da Crimeia estão considerando criar um cluster blockchain na forma de um fundo de investimento em criptomoeda para atrair empresas de tecnologia para o território. O cluster seria localizado dentro das zonas econômicas especiais (ZEE) da Crimeia e sua maior cidade, Sebastopol, reportou a agência de notícias russa TASS em 9 de novembro.

Georgy Muradov, Representante Permanente da República da Crimeia sob o Presidente da Federação Russa, compartilhou os planos potenciais do governo da Crimeia sobre o cluster blockchain e o fundo de criptografia em uma reunião do comitê de programa do Fórum Econômico Internacional de Yalta (YIEF). Moscou, 9 de novembro.

Muradov sublinhou que, em 2018, o volume de negócios mundial de criptomoedas se aproximava de US $ 1 trilhão, e que “esses fundos são capitalistas de risco e estão procurando abrigo”.

"Começamos a conversa sobre tecnologias blockchain no ano passado e consideramos a criação de um cluster, um cluster de blockchain, na forma de um fundo de investimento em criptomoeda."

Nesta primavera, o governo da Crimeia já havia anunciado planos para criar um fundo de criptomoedas, a fim de evitar sanções internacionais e atrair investimentos estrangeiros, reportou a Cointelegraph em 20 de abril.

Na semana passada, o presidente do Comitê de Duma da Rússia sobre Mercados Financeiros da Rússia compartilhou os planos do governo nacional para emitir uma estatal stablecoin que seria "o mesmo rublo, apenas de forma criptografada", reportou a Cointelegraph em 8 de novembro.