Petrobras usa Ethereum para assinar documentos no celular

A Petrobras, em parceria com a PUC-Rio está testando o uso de uma ferramenta baseada na blockchain do Ethereum para assinar documentos diretamente pelo celular. A aplicação, chamada AssinadorBR, vem sendo testada desde o primeiro semestre do ano.

O projeto também conta com a participação do Cenpes. A solução conta com segurança respaldada em pares de chaves criptográficas, em rede pública de blockchain, para conferir transparência às assinaturas de relatórios internos que são passíveis de auditorias externas.

“Um dos nossos objetivos é viabilizar a contratação de forma digital, para chegar à execução do contrato de forma automática, o que é conhecido como smart contract ou contrato inteligente. Queremos dar velocidade aos processos de contratação, mas com segurança e confiabilidade" explicou no lançamento do projeto Carlos Alexandre  Ferreira Gama, especialista da Petrobras em Inovação e Transformação Digital.

O AssinadorBR, segundo seus produtores, também conterá o histórico completo de assinaturas do documento, com a indicação de quando o documento foi assinado e por quem, possibilitando auditorias externas e internas através da análise direta do blockchain, independentemente de qualquer postura proativa da empresa.

Além disso, o dApp garante a autonomia do signatário, significando que apenas o indivíduo qualificado pode assinar um determinado documento, evitando a manipulação de dados, protegendo a empresa e o indivíduo.

"Se o dado é o novo óleo não tenho dúvidas que a Petrobras vai se transformar digitalmente”, concluiu Augusto Borella, da Gerente Geral de Transformação Digital da Petrobras.

A aplicação já integra também a plataforma Conexão Blockchain, lançada pelo BNDES e que mapeia empresas, startups e desenvolvimentos usando a tecnologia de blocos.

Como noticiou o Cointelegraph, a Petrobras também está usando uma solução em blockchain desenvolvida pelo Banco do Brasil, para realizar pagamentos junto a instituição bancária.

Confira mais notícias