Vietnã: CMC Telecom e Akamai unem-se para prevenir ataques DDoS em negociações para startups blockchain

A empresa vietnamita CMC Telecom e a provedora de serviços em nuvem Akamai assinaram um acordo para fornecer serviços de segurança para a negociação cambial baseada em blockchain, de acordo com relatório publicado no site do CMC em 2 de maio.

A Akamai é uma das maiores plataformas de computação distribuída do mundo, com receita em 2017 de mais de US$ 2,5 bilhões.

Ambas as provedoras vão oferecer suporte à BCNEX, que oferece serviços de apoio a startups blockchain do Vietnã. Segundo o relatório, o objetivo da parceria é manter os dados de usuários seguros e prevenir ataques DDoS.

O co-fundador e CEO da BCNEX, Ngo Hoang Quyen, disse à agência vietnamita Biz Hub:

“Muitos balcões de negociação ao redor do mundo fecharam devido à invasão de hackers, incluindo casos de ataques de DDoS. Manter um sistema estável e eficiente é um requisito mínimo para uma plataforma de e-commerce, e um balcão de negociação em particular.”

A CMC Telecom e a Akamai têm sido parceiras comerciais desde 2015. Le Anh Vu, um dos diretores da empresa vietnamita, disse que usuários finais da BCNEX serão beneficiados com transações mais rápidas quando usarem a plataforma de negociação.

A Akamai já participou de projetos similares anteriormente. Em fevereiro, o grupo japonês Mitsubishi UFJ Financial anunciou parceria com a rede norte-americana para lançar um sistema de pagamentos baseado em blockchain na primeira metade de 2020.