Carteira cripto do navegador Opera lança suporte para Tron e tokens padrão TRC

O navegador Opera adicionou suporte a Tron (TRX) e tokens de padrão TRC em sua carteira cripto integrada, de acordo com comunicado enviado ao Cointelegraph em 15 de maio.

No ano passado, o Opera desencolveu uma carteira cripto e capacidades de Web 3.0 para seu browser Android, lançando o produto em dezembro de 2018 com suporte para Ether (ETH) e interações com aplicações descentralizadas (DApps).

A “Web 3” é um termo que teria sido cunhado para se referir a uma internet semântica, e seu uso cresceu para se referir a uma revolução para uma web mais distribuída, inteligente e aberta, que poderia integrar o uso de blockchain, computação descentralizada e criptomoedas.

De acordo com o comunicado, o suporte a outra grande blockchain vai permitir a centenas de milhares de usuários do Opera jogar games baseados em Tron e acessar DApps Tron com intergace integrada, sem precisar de extensões ou aplicações de terceiros.

Em uma declaração, Krystian Kolondra — EVP da Opera e Diretora de Navegadores — disse que ao interagir em blockchains múltiplas, a empresa busca acelerar a adoção mainstream da Web 3.

Como já noticiado, os navegadores com Web 3 e carteira cripto incluem uma versão desktop assim como acesso ao programa chamado Opera Touch para iOS.

Em fevereiro, o Opera adicionou um novo serviço para usuarios de Suécia, Noruega e Dinamarca para compra de Ether através da versão Android do browser.

Concomitantemente, a empresa continua a explorar o desenvolvimento de aplicações futuras de blockchain dentro de seus produtos e exossistema, notavelmente através de parceria com a conselheira blockchain e empresa de serviços financeiros Ledger Capital.

No mesmo mês em que o Opera lançou sua carteira cripto nativa para Android no ano passado, a fornecedora de eletrônica Sirin Labs lançou seu primeiro smartphone blockchain, oferecendo uma carteira cripto de armazenamento frio e suporte a comunicações encriptadas.

Nesta semana, a gigante de eletrônicos HTC também lançou carteira de criptomoedas nativa para os usuários do smartphone blockchain Exodus 1.

No começo da semana, o cofundador e diretor técnico da Trion deixou o posto, alegando que o projeto Tron havia se tornado excessivamente centralizado e desviado de seus princípios fundamentais.

No momento, o Tron (TRX) é a 11ª maior criptomoeda por capitalização de mercado e está sendo negociado a US$ 0,028, alta de 10% no dia.