Segundo a BBC, nenhum dos 20 parceiros do Facebook para o Libra se comprometeu financeiramente com o projeto ainda

Nenhum dos 21 membros fundadores da Libra Association, exceto o próprio Facebook, ainda não colocou nenhum centavo para apoiar o Libra, segundo a BBC.

Investimento de US$ 10 milhões exigido inicialmente

Desde o anúncio do Conselho da Libra Association em junho de 2019, nenhum acordo financeiro foi feito até o momento com os parceiros fundadores, relata a BBC em 23 de outubro, citando várias fontes não identificadas.

Além do lançamento do white paper do Libra em junho, o Facebook anunciou que cada um dos membros fundadores era obrigado a fazer um investimento mínimo de US$ 10 milhões para marcar sua posição e garantir uma votação no conselho.

Segundo fontes da BBC, os membros não discutiram a taxa na primeira assembleia geral da Libra Association na semana passada. Embora a associação Libra Association se tenha recusado a comentar sobre o assunto, a reportagem alega que o projeto não recebeu apoio financeiro de nenhuma outra fonte além do próprio Facebook.

Sete parceiros deixaram recentemente a associação

A Libra Association, um consórcio sem fins lucrativos para comandar o projeto de stablecoin, realizou sua reunião inaugural em Genebra em 14 de outubro.

Originalmente apoiada por 28 membros fundadores, a Libra perdeu recentemente sete parceiros, sendo eles PayPal, Visa, Mastercard, Stripe, eBay, Mercado Pago e Booking, que decidiram deixar o consórcio.

Posteriormente, David Marcus, chefe da carteira de criptomoeda do Facebook Calibra, comentou que a debandada das sete empresas não tem impacto no projeto.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, em breve testemunhará no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados, já que a audiência está marcada para esta quarta-feira (23), às 11:00 (horário de Brasília).