National University of Columbia se une a consórcio global blockchain para a ciência

A National University of Columbia está se juntando ao consórcio global de blockchain para a ciência apelidado de Bloxberg, disse Mauricio Tovar Gutiérrez, co-diretor do grupo de pesquisa da inTIColombia, à Cointelegraph en Español em 15 de abril.

Bloxberg é uma iniciativa de blockchain formada por 12 organizações de pesquisa de 10 países e liderada pela Sociedade Max Planck, sendo a National University of Columbia a única instituição da América Latina. As partes pretendem estabelecer uma infra-estrutura que “amplie o panorama científico das redes blockchain governadas regional e nacionalmente para se tornar a primeira rede descentralizada verdadeiramente globalmente mantida pelos cientistas para a ciência”.

Tovar Gutiérrez revelou que o projeto ainda está em fase piloto. Bloxberg supostamente vai encontrar a sua aplicação no registro e publicação de artigos científicos, a fim de eliminar intermediários, como consulta de terceiros e avaliação de obras são geralmente intensivos em termos de custos.

A plataforma também permitirá que os usuários verifiquem a autenticidade dos dados, protejam os direitos de propriedade intelectual, troquem resultados de pesquisas, peer review e publiquem e vetem organizações de pesquisa. Gutiérrez afirmou:

“O interessante sobre blockchain, por exemplo, para questões de propriedade intelectual, é que quando alguém registra algo lá, nem essa pessoa nem outra pessoa podem eliminá-la, então ela se torna um certificado de quem fez algo pela primeira vez. Esse é outro caso de uso marcante, para identificar ou registrar alguma produção acadêmica e demonstrar autoria*”.

O consórcio também inclui organizações como Carnegie Mellon, UCL, ETH Library at ETH Zürich, Georgia Tech, IT University of Copenhagen, University of Belgrade, University of Johannesburg, University of Kassel, University of Nicosia, e University of Sarajevo.

No mês passado, a Fundação Ethereum concedeu uma bolsa a pesquisadores das universidades de Columbia e Yale para a compilação de uma nova linguagem de programação de contratos inteligentes na Ethereum Virtual Machine (EVM). A doação faz parte do financiamento da quinta onda da fundação, dedicado a apoiar os esforços de escala Ethereum 2.0 e Layer 2.

No início de abril, duas universidades sul-coreanas - Yonsei University and Pohang University of Science and Technology (Postech) - se uniram para criar um Campus Blockchain inteiro com sua própria criptomoeda.