Universidades sul-coreanas fecham parceria pra criar campus blockchain com cripto 'da casa'

Duas universidades da Coréia do Sul vão desenvolver todo um Blockchain Campus com sua própria criptomoeda, a agência local baseada em língua inglesa Business Korea publicou em 3 de abril.

A Yonsei University, que já é bastante ativa na comunidade blockchain, será parceira da Pohang University of Science and Technology (Postech) na iniciativa

Um centro de pesquisas dedicado, programas de alcance empresarial e outros planos já estão em andamento, enquanto um projeto desenhado para os alunos buscará aumentar o uso diário de criptomoedas.

A Postech está desenvolvendo um sistema de compartilhamento de conhecimento baseado em blockchain chamado Engram, que terá um sistema de recompensas usando uma altcoin sob medida chamada Neuron. Os tokens Neuron serão cambiáveis por artigos da cafeteria da universidade, segundo matéria da Business Korea.

Além disso, um sistema de votação em blockchain também está nos planos, com a tecnologia contribuindo para garantir o combate à falsificação de resultados.

“A tecnologia blockchain tem um poder inovador e destrutivo de criar um novo conceito para a indústria”, disse à Business Korea o presidente da Postech Kim Doh-yeon. Ele completou:

“É significativo que a POSTECH e a Yonsei University se unam para desenhar o futuro de tecnologias importantes e estabelecer fundamentos educacionais e de pesquisa para que futuros talentos se preparem para a tecnologia.”

A parceria não é a primeira para a Yonsei, que no fim do ano passado assinou um MoU com o braço local da Tezos Foundation.

Como o Cointelegraph noticiou, a formação em áreas como contratos inteligentes constituiu o principal motivo por trás da decisão.