Investidores protestam diante de condomínio de dono da suposta pirâmide BinaryBit

Investidores que teriam sido lesados pela suposta pirâmide financeira Binary Bit foram até a casa do presidente da empresa, Ricardo Toro, em um condomínio na Bahia, para protestar por saques que já não são pagos há um mês. A informação é do portal Bnews. 

A manifestação teria levado o condomínio do empresário a chamar a Polícia Militar do Estado da Bahia. Em um vídeo do YouTube, um dos investidores mostra os manifestantes, o suposto condomínio onde mora o empresário, e diz que um dele estava "lá dentro, conversando".

A BinaryBit teria oferta de investimentos em Bitcoin com retorno de até 30% por mês. A empresa é acusada de pirâmide financeira pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que recomendou investigação ao Ministério Público e à Polícia Federal.

O empresário Ricardo Toro ainda fez um vídeo com objetivo de acalmar investidores e "explicar os rumores de falência", dando prazo de 48h para quitar os débitos. Os comentários do vídeo foram desativados.

Segundo um dos manifestantes, o bloqueio nos saques e as atitudes do presidente da empresa seriam indícios de que a BinaryBit estaria falindo, como outras empresas acusadas de crime de pirâmide financeira no Brasil:

"Fizemos uma pesquisa no YouTube e há relatos dos indícios de que o caminhar da empresa é característica de quebra. Pelo que vimos, todas as empresas que quebraram começaram da mesma maneira: suspendendo pagamentos, inventando produtos, articulando vídeos de esperança e justificativas vazias. Espero que os poderes públicos se sensibilizem com a situação."

Os investidores que teriam sido vítimas da empresa também se reuniram em uma página do Instagram, com 820 seguidores, chamada BinaryBit Fraude. Na descrição, fala-se em "empresa fraudulenta que tem enganado milhares de pessoas, sensibilizando apensas para os líderes, que levam leigos ao golpe [sic]. Pedimos ajuda à justiça brasileira".

Como noticiou o Cointelegraph Brasil, a CVM declarou em agosto em uma publicação oficial que a BinaryBit seria um "possível esquema de fraude".