Regulador financeiro de Malta alerta para repetição de esquema fraudulento de Bitcoin

A Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA) alertou sobre um novo golpe de Bitcoin (BTC) que possui as mesmas características de uma já entidade identificada anteriormente.

O vigilante financeiro emitiu o alerta em 31 de outubro.

Oportunidade de fraude

A MSFA alerta o público que uma entidade chamada "Bitcoin Future" parece exibir "as mesmas características enganosas" de um outro golpe, o "Bitcoin Revolution", para o qual já emitiu dois avisos públicos este ano.

A declaração observa que essas operações de fraude parecem ressurgir constantemente na web como anúncios, alternando seus nomes para fugir da detecção.

Anúncios suspeitos exibem slogans falsos, como "Uma maneira de melhorar sua vida" e "ma oportunidade única para o maltês", observa a MSFA, apontando os leitores para URLs específicos onde esses anúncios falsos estão hospedados. O vigilante financeiro caracteriza a cultura e as estratégias dessas façanhas, observando que:

“O Bitcoin Future está se promovendo por meio de artigos de notícias falsos que usam indevidamente imagens de personalidades locais e imagens de instituições do governo local. Os artigos falsos são anunciados em várias plataformas de redes sociais e afirmam falsamente estar vinculados a esses indivíduos.”

Como correção, a MSFA esclarece enfaticamente que a Bitcoin Future não é uma empresa registrada em Malta, não está autorizado a prestar serviços financeiros para ou a partir do país e não é uma entidade que opera - como pretende - sob a disposição transitória nos termos do Artigo 62 da Lei de ativos financeiros virtuais de Malta.

Em resumo, o regulador diz que a Bitcoin Future parece ser um golpe internacional de enriquecimento rápido e pede ao público que não se envolva em negócios ou transações com a entidade em nenhuma das suas formas identificadas.

O aviso inclui um link para uma lista oficial de entidades de serviços financeiros atualmente licenciadas pela MFSA, bem como suas diretrizes de detecção de golpes e um ponto de contato para alertas e vítimas de golpes.

Modernizando a estratégia e a inteligência blockchain

Conforme relatado, em setembro, a MSFA publicou um plano estratégico para monitorar e gerenciar ativamente os riscos relacionados aos negócios relacionados às empresas de criptomoeda.

Um esboço estratégico para 2019-2021 revelou que o órgão fiscalizador modernizará sua abordagem regulatória e trabalhará em estreita colaboração com a Unidade de Análise de Inteligência Financeira, ao lado de outras autoridades nacionais e internacionais, incluindo a recém-criada Malta Digital Innovation Authority.

No início deste ano, a empresa de segurança blockchain CipherTrace, sediada nos Estados Unidos, foi nomeada pela MSFA para monitorar a atividade das empresas de cripto em Malta para ajudar a combater a lavagem de dinheiro e evitar os riscos de financiamento do terrorismo.

A empresa expandiu este mês sua plataforma de inteligência de cripto para rastrear 700 tokens.