Plataforma de inteligência cripto da CipherTrace é expandida para 700 tokens

A CipherTrace, empresa de segurança blockchain dos Estados Unidos, expandiu sua plataforma de inteligência cripto para 700 tokens.

Monitorando centenas de tokens ERC-20

Com a plataforma expandida lançada em 15 de outubro, a CipherTrace agora permite que os clientes rastreiem mais de 87% do volume transacional das 100 principais criptomoedas, como Ether (ETH), Tether (USDT), Bitcoin Cash (BCH) e Litecoin (LTC), conforme diz a empresa em comunidado.

O aumento do suporte de monitoramento da CipherTrace também inclui a funcionalidade de rastreamento de várias centenas de tokens ERC-20, acrescenta a nota da empresa.

O CipherTrace não revelou ao Cointelegraph até a publicação deste texto quais criptomoedas não devem ser suportadas na plataforma. Esta matéria será atualizada com as informações quando elas estiverem disponíveis.

Os recursos expandidos incluem a mais recente plataforma CipherTrace Cryptocurrency Intelligence e serão disponibilizados para os usuários finais imediatamente através da API CipherTrace para monitoramento automatizado.

Usuários e supervisores financeiros poderão rastrear endereços de criptomoedas e acessar dados sobre transações, carteiras, trocas e contratos inteligentes.

Criando uma “economia cripto global multibilionária”

O CEO da CipherTrace, Dave Jevans, enfatizou que a expansão do novo produto busca ajudar os provedores de serviços de ativos virtuais no combate a criminosos e terroristas, contribuindo para atingir o nível de confiança necessário para uma adoção em massa e a aceitação regulatória.

Ele afirmou que a adição de 700 moedas vai ajudar a criar uma "economia cripto global de vários trilhões de dólares".

Shannon Holland, CTO da CipherTrace, destacou que a nova iniciativa exigiu avanços tecnológicos nos últimos quatro anos, além de colaboração mais próxima com reguladores e supervisores financeiros. Ele disse:

“Agora podemos discernir e verificar automaticamente quantidades de dados de blockchain que antes eram inalcançáveis, e caracterizá-las com um alto nível de confiança. Continuaremos adicionando mais tokens, stablecoins e blockchains nos próximos meses. ”

Como publicado em março de 2019, a CipherTrace foi nomeada pela Autoridade de Serviços Financeiros de Malta (MFSA) para monitorar a atividade das empresas de criptomoedas em Malta, ajudando a combater a lavagem de dinheiro e o financiamento de terrorismo.

A empresa norte-americana anunciou em agosto, os cibercriminosos roubaram US$ 4,3 bilhões de exchanges, investidores e usuários de moeda digital em 2019.