Importante empresa japonesa de fintech suspende planos para lançar exchange cripto citando o mercado de baixa

A Money Forward Inc., operadora de um dos aplicativos de orçamentação pessoal mais populares do Japão, decidiu suspender seus planos de lançar uma exchange de ativos cripto. O desdobramento foi relatado pelo Cointelegraph Japão hoje, 15 de abril.

Como publicado anteriormente, a Money Forward havia estabelecido uma subsidiária dedicada em maio de 2018 para seu projeto de exchange cripto. Tinha a intenção de lançar uma plataforma de mídia cripto, seguida por uma exchange cripto e a construção de um sistema de remessa e liquidação de ativos digitais.

O anúncio de hoje revela que a diretoria da empresa optou por cancelar o procedimento de solicitação de registro oficial para exchange e adiar o desenvolvimento de seu planejado negócio de exchange cripto.

O Cointelegraph Japão cita o anúncio do conselho, que contextualizou a decisão de interromper o projeto dentro do contexto das perdas consolidadas do primeiro trimestre da empresa para o ano fiscal que termina em novembro de 2019. A diretoria declarou que:

"O mercado de moeda virtual esfriou rapidamente e o risco de queda da lucratividade foi aumentado com a continuidade dos negócios".

Além disso, o anúncio citou o crescente debate internacional em torno dos hacks de plataformas de moeda virtual e os riscos de lavagem de dinheiro. O conselho afirmou ainda que os custos de estabelecer um sistema robusto para a proteção do consumidor, bem como assegurar a conveniência para os comerciantes, aumentaram consideravelmente em meio ao ambiente de negócios em mudança.

Além de interromper o desenvolvimento planejado da exchange cripto, a diretoria também determinou que as provisões de serviço da plataforma de cripto Onbit da Money Forward terminarão em 31 de maio. Enquanto isso, o anúncio afirmou que o desenvolvimento e a pesquisa da tecnologia blockchain continuarão.

O Cointelegraph Japão informa ainda que a subsidiária da Money Forward garantiu a segunda filiação na Japan Virtual Currency Exchange Association (JVCEA) no início deste ano. O nível de associação é projetado para empresas que desejam solicitar uma licença de operação oficial de exchange cripto da Associação de Serviços FInanceiros (FSA) do país.

Conforme relatado anteriormente, a JVCEA é uma associação de exchanges cripto autorregulável que se formou em março de 2018 para ajudar a estabelecer padrões de proteção do investidor em toda a indústria. A organização recebeu o status formal de autorregulamentação da FSA em outubro de 2018.

Ainda no dia 15 de abril, o Cointelegraph informou que outro membro da JVCEA Tier 2, a startup cripto FXCoin, garantiu o investimento da gigante de serviços financeiros japonesa SBI Holdings. A FXCoin, que é administrada por um veterano do Deutsche Bank, supostamente pretende lançar uma exchange cripto licenciada.