Iniciativa de dados do Japão leva a segurança da blockchain a 100 grandes empresas

Uma iniciativa de compartilhamento de dados envolvendo cem das maiores empresas do Japão usará a blockchain para sua segurança, informou a agência de notícias em inglês Nikkei Asian Review em 17 de junho.

O projeto, que terá início na primavera de 2020, tem como objetivo compartilhar os dados de produção para aumentar a eficiência geral.

Seu controlador é a Industrial Value Chain Initiative, uma organização do setor formada há quatro anos por fabricantes interessados ​​em Internet das Coisas (IoT).

Entre os possíveis participantes estão DMG Mori, Mitsubishi Electric e Yaskawa Electric.

Espera-se que a [...] Blockchain reduza o risco de vazamentos de dados em comparação com o gerenciamento das informações nos servidores, bem como que reduza os custos operacionais", explica a Nikkei.

O movimento segue outros em um mercado cada vez mais entusiasmado com a tecnologia blockchain. Como o Cointelegraph relatou, os provedores de serviços públicos estão entre aqueles que buscam usar a tecnologia para ganhos de custo e eficiência.

Na semana passada, Adam Back, um cypherpunk em série e inventor do sistema hashcash de prova de trabalho, falou ao G20 sobre os benefícios da blockchain em uma reunião japonesa de ministros de finanças e banqueiros centrais.

Uma parte que não está envolvida no renascimento da blockchain do Japão, entretanto, é Mark Karpeles, ex-CEO da extinta exchange de Bitcoins Mt. Gox. Em comentários ao Cointelegraph no início deste mês, Karpeles negou boatos os da grande imprensa de que ele estaria se preparando para promover a indústria de blockchain doméstica.