Gigante japonesa de TI Fujitsu conclui teste de projeto blockchain de compartilhamento de eletricidade

A empresa de TI japonesa Fujitsu testou com sucesso uma solução baseada em blockchain para resolver deficiências na gestão de excedentes de electricidade, confirmou a empresa em um comunicado de imprensa em 29 de janeiro.

A Fujitsu, que fez uma parceria com a empresa local de distribuição de energia ENERES, usou a blockchain para aumentar as taxas de sucesso do compartilhamento de energia, que é administrada por meio de um processo conhecido como Demand Response (DR).

Um acordo entre empresas de serviços públicos e consumidores, o DR visa antecipar períodos de pico de demanda, garantindo que a energia excedente esteja disponível para aqueles que dela necessitem.

A atual tecnologia embarcada faz do DR um mecanismo ineficiente, diz a Fujitsu, algo que a blockchain ajudou a melhorar.

“A Fujitsu criou agora um sistema no qual os consumidores de eletricidade podem trocar eficientemente entre si os excedentes de eletricidade que eles produziram através de sua própria geração de eletricidade ou economia dela”, diz o comunicado de imprensa, observando:

"O resultado foi uma melhoria de aproximadamente 40% na taxa de sucesso do DR."

A empresa espera que uma melhor eficiência, por sua vez, inspire mais consumidores a se inscreverem no DR.

O movimento não é o primeiro empreendimento blockchain da Fujitsu, que lançou um esquema de fidelidade baseado na blockchain para o setor de varejo em junho do ano passado, seguido por planos de infraestrutura de liquidação para nove bancos japoneses em outubro.

Nesta semana, a Cointelegraph publicou uma reportsgem detalhada sobre o estado atual da integração da blockchain com a indústria de eletricidade.