Regulador italiano adiciona empresa de criptos Togacoin à lista de fraudadores

A Comissão Nacional de Empresas e Bolsa de Valores (CONSOB), órgão regulador italiano de valores mobiliários,  adicionou a empresa de criptomoedas Togacoin à sua lista de fraudadores nesta segunda-feira, 28 de janeiro.

A Comissão publicou sua advertência em relação à Togacoin junto a avisos semelhantes sobre a empresa de opções binárias Smart Choice Zone e a forex exchange Fx Breeze. As três empresas foram adicionadas à lista de avisos do CONSOB por não terem obtido autorização para operar na Itália.

site da Togacoin apresenta o "Revenue Calculator", que promete um retorno de 239% em um ano, 654% de retorno em três anos e um white paper de 33 páginas. A empresa também planeja se tornar parte de "uma nova geração de operadores em mineração, precoupada com a sustentabilidade, menos sujeita às flutuações do preço da energia e, finalmente, mais lucrativa e segura."

Conforme informado pelo Cointelegraph em dezembro do ano passado, o CONSOB suspendeu outros dois projetos por envolvimento em esquemas fraudulentos de investimentos em criptomoedas, os certificados Bitsurge Token e Green Energy, ambos da Avalon Life, uma empresa que não tem sede na União Européia.

No mesmo mês, o CONSOB também emitiu uma ordem de cessação para o projeto de criptomoedas Avacrypto. Ordens similares foram enviadas para empresas também relacionadas às criptos: Richmond Investing, Cryptoforce and Eagle Bit Trade.