Pesquisas independentes dizem ter identificado cinco carteiras frias da QuadrigaCX

Um analista de internet afirmou ter esqudrinhado quatro endereços Bitcoin que pertenciam à extinta exchange cripto canadense QuadrigaCX, publicando suas descobertas no Reddit em 13 de fevereiro.

A postagem, feita por um usuário conhecido no Reddit como u/dekoze, indica cinco endereços supostamente associados à exchange, observando que o número é apenas uma fração do número total de carteiras associadas. As transações enviadas para os endereços são aproximadamente iguais à quantidade de Bitcoin enviado anteriormente pela Quadriga para as carteiras frias trancadas por engano.

“Particularmente, todos os endereços estavam inativos desde abril de 2018 e a maioria de seus BTC recebidos era diretamente da carteira QCX ou de uma transferência de carteira 1 removida da carteira quente”, comentou u/dekoze, continuando:

“Com todas essas informações, podemos confirmar: Esses 5 endereços são uma parte dos endereços de carteira fria da QCX.”

A QuadrigaCX está no centro de um desastre desde que Gerald Cotten, seu CEO, faleceu em dezembro. Sem deixar nenhuma indicação da identidade das carteiras frias da exchange ou de como acessá-las, Cotten inadvertidamente deixou um prejuízo de quase US$ 200 milhões para os usuários.

Diversas teorias surgiram desde então em torno dos eventos, incluindo a de que a Quadriga nunca teve os ditos fundos e que um terceiro desconhecida de fato tem acesso às carteiras frias.

Se a pesquisa mais recente estiver correta, ela lançará uma nova luz sobre a atividade envolvendo as carteiras da Quadriga.

“Neste ponto, devido à negação plausível e à falta de transparência, chegamos a uma extensão daquilo que nós (que não somos da lei) podemos saber 100% por enquanto”, resumiu u/dekoze:

“Com um mínimo de entendimento da blockchain do BTC, existem algumas grandes pistas que podemos seguir, mas que só podemos especular.”

está marcada para hoje, 14 de fevereiro, uma audiência para  decidir quais escritórios de advocacia podem representar os cerca de 115 mil clientes da exchange que ficaram de mãos abanando.