Crescimento da indústria cripto pode ameaçar bancos e estabilidade financeira, segundo Comitê de Basel

A autoridade bancária internacional Comitê de Basel para Supervisão Bancária (Basel Committee on Banking Supervision - BCBS) emitiu uma declaração de aviso sobre ativos cripto em 13 de março.

O BCBS é um comitê de autoridades em supervisão bancária sediado e apoiado pela organização suíça Bank for International Settlements (BIS) —  formada por mais de 60 bancos centrais ao redor do mundo.

Na declaração, o comitê alertou que o robusco crescimento da indústria cripto pode potencialmente "aumentar as preocupações com a estabilidade financeira e aumentar os riscos enfrentados pelos bancos”. O comitê ressaltou que os riscos estão presentes apesar do mercado cripto ter atualmente pequena escala em relação ao escopo do sistema financeiro global.

O BCBS também disse que criptoativos são "inseguros para serem confiados" como meio de câmbio ou armazenamento de valor, duas das principais funções do dinheiro, dando a entender que "criptomoedas" são um equívoco. A autoridade também declarou que os criptoativos não representam moeda legal e "não são apoiados por nennhum governo ou autoridade pública". 

Apontando para o grande número de riscos associados com a interação entre bancos e negócios relacionados à cripto, incluindo lavagem de dinheiro, financiamento terrorista, fraude e hacking, o BCBS forneceu uma lista de requisitos mínimos para que um banco possa operar serviços relacionados às criptomoedas.

De acordo com o comitê, qualquer banco que decide trabalhar com ativos relacionados a cripto deve primeiro se assegurar de que possui expertise técnica relevante para avaliar adequadamente os riscos associados à área. O banco também deve garantir uma estrutura de gestão de riscos clara e efetiva, fornecendo dados relevantes regularmente para o pergil de risco de criptoativos do banco.

Além disso, o banco também deve declarar publicamente qualquer serviço relacionado a criptos junto com suas divulgações financeiras habituais, bem como estar em conformidade com as regulamentações locais.

Em janeiro, o BIS publicou pesquisa dizendo que a partida do sistema de prova de trabalho (proof-of-work) Bitcoin (BTC) não irá resolver os grandes problemas enfrentados pela maior criptomoeda.

Anteriormente, o BIS reportou quwe 70% dos bancos centrais do mundo estão explorando os benefícios da emissão de uma moeda digital de banco dentral (central bank digital currency - CBDC), enquanto planos e motivações claras para implementação variam dependendo do contexto.